Crítica: Planeta dos Macacos - O Reinado



Terminada a trilogia na qual acompanhamos a ascensão do macaco César, Planeta dos Macacos: O Reinado pretende expandir o universo da franquia abordando aquilo que veio depois do democrático governo do chimpanzé interpretado por Andy Serkis. No filme que dá continuidade à franquia, acompanhamos a jornada de Noa, jovem integrante de uma comunidade pacífica de macacos marcada por sua conexão com as águias. Quando o grupo de Noa é atacado e feito prisioneiro por um grupo de macacos que se apropria das palavras de César para o mal, o personagem empreende uma jornada para salvar a família. Noa acaba se deparando no meio do caminho com uma humana chamada Mae e com o sábio Raka, que lhe transmite os verdadeiros ensinamentos de César. 


Apesar da trilogia iniciada com Planeta dos Macacos: A Origem em 2011 ser completamente satisfatória no seu propósito de resgatar a franquia cinematográfica inaugurada por O Planeta dos Macacos de 1968, Planeta dos Macacos: O Reinado cumpre bem o seu papel de preservar o legado dos filmes anteriores, ampliar os horizontes do universo e apresentar outros personagens de forte impacto para o público, como é o caso do chimpanzé Noa. Ao longo de Planeta dos Macacos: O Reinado, o espectador consegue se conectar com a jornada do seu protagonista que amadurece e gradualmente assume uma liderança. O personagem chega a essa trajetória em meio aos impactos das perdas que sofre ao longo do caminho e da sua resiliência de seguir firme no propósito de reconstruir o seu lar e resgatar aqueles que ama. 

Seguindo a trilha dos diretores Rupert Wyatt e Matt Reeves, que se revezaram nesses filmes desde A Origem de 2011, Wes Ball consegue compreender aquilo que mobiliza essas histórias, que não são os recursos digitais, mas sua profunda humanidade e seus questionamentos a respeito dos caminhos que lideranças políticas conduzem seus grupos governados em situações extremas. Aqui, César assume o status de símbolo e o seu legado é apropriado pelos demais como parâmetro moral ou como instrumento de manipulação das massas. Isso faz com que o mito (ou a religião) seja um tópico a ser discutido a partir do filme, com seu uso agregador, refletido na jornada de Noa com sua comunidade (afinal, um novo símbolo de resistência é formado por aquela liderança), mas também desestabilizador e potencializador do ódio e da violência quando o vilão Proximus César forma um séquito em torno de distorções que promove no discurso de César. 

Além da condução bem aplicada de temas que espelham nossa realidade, Planeta dos Macacos: O Reinado segue usando muito bem o seu aparato técnico em prol da construção dessa história e da concepção de personagens extremamente expressivos, que conduzem o espectador a uma adesão a suas respectivas jornadas. Assim como César construiu sua "ponte" de identificação com o público, Noa consegue estabelecer esse elo através de uma trajetória de perdas e amadurecimento, se consolidando com nobreza como um herói desses novos filmes. O processo de captura digital da performance dos atores e sua conversão em macacos criados por efeitos digitais gera personagens que mobilizam emoções concretas no público que se comove e torce pelo êxito de Noa, nutre carinho pelo carismático e sábio Raka e sente temor por qualquer gesto de Proximus César. 


Ao final de Planeta dos Macacos: O Reinado, um conflito entre humanos e macacos parece iminente, trazendo mais uma conexão do filme com a realidade. É inevitável estabelecer paralelos entre a situação de Israel e Palestina quando a cisão estabelecida entre a humana Mae e Noa ao final do filme é governada por dois sentimentos: de um lado, um grupo que se sente usurpado do seu habitat, da sua tecnologia e do seu poder e, do outro, uma tribo que entende como legítimo o seu desejo de preservar as suas conquistas, compreendendo que elas os levaram a um lugar que, por dignidade, lhes é de direito. Mais uma vez, é a franquia Planeta dos Macacos demonstrando como sua força e importância está além de feitos técnicos, mas no uso deles como meio de contar uma poderosa história sobre conflitos atuais e como eles podem ser definitivo nos rumos da nossa sociedade.



Avaliação

Título original: Kingdom of the Planet of the Apes
Ano: 2024
Duração: 145 minutos
Nos cinemas
Direção: Wes Ball
Roteiro: Josh Friedman, Rick Jaffa e Amanda Silver
Elenco: Freya Allan, Kevin Durand, Dichen Lachman, William H. Macy, Owen Teague, Lydia Peckham, Peter Macon, Sara Wiseman, Karin Konoval, Neil Sandilands. 

Assista ao trailer:




 

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,1,Crítica,315,DVD & Blu-Ray,6,É Tudo Verdade,3,Editorial,2,Ensaios e Artigos,19,Entrevista,2,Extras,9,Listão,34,Matéria Especial,28,Mostra SP,6,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,107,Resenhas,276,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Crítica: Planeta dos Macacos - O Reinado
Crítica: Planeta dos Macacos - O Reinado
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEj0IoCtPh9kBERd2hj47HejnLTEUG3URUiSIQAGaDKlrvW_3qi0H0zM8aMgTBT8eFJesf5WO_ZKAnPJqUAXNDjD99Zop35eviYAunzqQ3mSkdztPIORscyvgMDvW6zPpuM_y3kxhQ4xsu01Rx0sXqcgvaMBmR9qakYvJOvjQ0RmqDipB3T1x6GA9BynJWnB/s16000/planeta%20dos%20macacos%20o%20reinado%20critica.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEj0IoCtPh9kBERd2hj47HejnLTEUG3URUiSIQAGaDKlrvW_3qi0H0zM8aMgTBT8eFJesf5WO_ZKAnPJqUAXNDjD99Zop35eviYAunzqQ3mSkdztPIORscyvgMDvW6zPpuM_y3kxhQ4xsu01Rx0sXqcgvaMBmR9qakYvJOvjQ0RmqDipB3T1x6GA9BynJWnB/s72-c/planeta%20dos%20macacos%20o%20reinado%20critica.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2024/05/critica-planeta-dos-macacos-o-reinado.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2024/05/critica-planeta-dos-macacos-o-reinado.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código