Crítica: A Matriarca



Chegando com um certo atraso nos cinemas brasileiros (o filme foi lançado internacionalmente em 2021), A Matriarca é sustentado por uma dinâmica replicada em muitos filmes: diferenças de idade e de temperamentos entre personagens que gradualmente transformam esta relação em uma jornada de aprendizado a partir da tolerância. Assim é que o adolescente Sam (George Ferrier) aprende algumas importantes lições com sua avó Ruth, a veterana Charlotte Rampling, durante uma temporada em que, forçadamente, ele tem que conviver com a matriarca da sua família em uma casa de campo. 

Há alguns "esqueletos" nos armários dessa família. Tanto Sam quanto o seu pai, vivido por Marton Csokas, nutrem alguns ressentimentos por Ruth sempre ter sido tão dura e ríspida e por ela ter escondido a identidade do avô do rapaz. Sam também não está passando por um momento muito positivo da sua vida. Ele ainda está superando o luto pela morte da mãe e não consegue mais se conectar com a vida. A convivência com Ruth, que lhe passa algumas importantes lições a partir da sua experiência, sobretudo como correspondente de guerra, faz o rapaz se reerguer e estabelecer um importante laço com a avó. 

FILME CONFORTO

A Matriarca é a perfeita definição de "filme conforto" com uma narrativa bem familiar ao espectador em suas diversas frentes: seus arquétipos (a senhora ranzinza e cínica, o rapaz inexperiente e melancólico), a estrutura do seu roteiro e as lições aprendidas dentro e fora da tela com o desfecho da sua história. O diretor Matthew J. Saville opta pela aprazível história que mistura drama e humor  com personagens e situações familiares que geram identificação nas plateias, ainda que públicos mais exigentes possam achar o longa enfadonho em suas repletas de sensações de déjà vu

A VETERANA E A REVELAÇÃO

O elenco garante parte da simpatia do público pelo projeto, uma produção neozelandesa. A veterana Charlotte Rampling imprime presença como a grande matriarca do título, trazendo a sua experiência à serviço de uma personagem que faz os demais elementos da história gravitarem no seu entorno. O jovem George Ferrier está bem na pele do seu neto, ainda que seja difícil aderir ao seu drama quando ele é um jovem com tantos privilégios e com a estampa de "garoto popular" do colegial, loiro, heterossexual e bonito. 


A Matriarca não se atreve a muitos riscos. É um filme que apoia-se em abordagens e temas universais já vistos nas telas em outras obras com aquele approach de filme leve e agridoce, sendo sustentado pelo apelo de uma estrela veterana do porte de Charlotte Rampling. O drama é um filme correto sobre amadurecimento, conciliações e tolerância que não tem grandes ambições, mas que entrega ao espectador uma experiência satisfatória durante boa parte da sua projeção. 


Avaliação


Título original: Juniper
Ano: 2021
Duração: 94 minutos
Nos cinemas
Direção: Matthew J. Saville
Roteiro: Matthew J. Saville
Elenco: Charlotte Rampling, Marton Csokas, George Ferrier, Edith Poor, Cameron Carter-Chan, Carlos Muller, Tane Rolfe, Alexander Sharman.

Assista ao trailer:


 

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,1,Crítica,315,DVD & Blu-Ray,6,É Tudo Verdade,3,Editorial,2,Ensaios e Artigos,19,Entrevista,2,Extras,9,Listão,34,Matéria Especial,28,Mostra SP,6,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,105,Resenhas,268,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Crítica: A Matriarca
Crítica: A Matriarca
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEihfwLF7HpHy8vSwbAymobCBEeTRzsZC6vUEZzhN93pP-2QTYsh8ALBStGB-hH4ztn2Kylf-KRvGfBvK4vfeEH1DpSgYMKeY8xO_FJ8bJObA7ZnT4YTs591xGdGTcOiAwg7V7WM1jw0Oqv18j4wucGXL6OLovRKyxN271p8k-aUN2Ifdfpgqb2hVFqHWMs6/s16000/a%20matriarca%20critica.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEihfwLF7HpHy8vSwbAymobCBEeTRzsZC6vUEZzhN93pP-2QTYsh8ALBStGB-hH4ztn2Kylf-KRvGfBvK4vfeEH1DpSgYMKeY8xO_FJ8bJObA7ZnT4YTs591xGdGTcOiAwg7V7WM1jw0Oqv18j4wucGXL6OLovRKyxN271p8k-aUN2Ifdfpgqb2hVFqHWMs6/s72-c/a%20matriarca%20critica.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2024/03/critica-matriarca.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2024/03/critica-matriarca.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código