Crítica: Cassandro

 


Hit do Festival de Sundance de 2023, Cassandro chega com exclusividade ao serviço do Amazon Prime Video. O filme traz Gael García Bernal como o lutador de lucha libre  Cassandro, cuja carreira iniciada no final dos anos de 1980 "decolou" quando ele começou a se apropriar nos ringues de uma abordagem drag para suas apresentações. A produção dirigida por Roger Ross Williams, do documentário Love to love you, Diana Ross, narra especificamente essa chave de virada na vida do lutador mexicano, que passou a adotar a personalidade de Cassandro como forma de curar o sentimento de rejeição que nutria pela forte homofobia do pai. 

Cassandro é uma cinebiografia bem intencionada que na maior parte do tempo sofre do mesmo mal de tantos outros filmes do gênero, o excesso de pasteurização na abordagem narrativa, suavizando ou romantizando as glórias do seu personagem principal, por vezes rendendo-se ao clichê do retrato inspiracional "baseado em eventos reais". Entretando, em muitos outros momentos o filme ganha o espectador pela performance carismática de Gael García Bernal como Saúl Armendáriz, o Cassandro, e também por encontrar um tema para sua narrativa, evitando a tradicional pincelada genérica em todos os eventos da vida do cinebiografado, como também é comum no gênero. 


Com a direção menos afeita possível a intervenções criativas, Roger Ross Williams entrega o êxito da sua obra nas mãos do olhar sensível de Bernal para seu protagonista. O ator o retrata como uma figura forte e resiliente, ao mesmo tempo que, com esses traços, evita transformar Saúl (ou Cassandro) em um super-humano, acima das suas próprias dores e cicatrizes. É perfeitamente sensível na tela as dores desse personagem, como também fica latente o seu caminho de cura, ou seja, como ele sublima o sentimento de rejeição através da sua arte/esporte. É interessante perceber como esse personagem lida com sua própria sexualidade assumida e como percebe  e usa a sua performance nos ringues de lucha libre como um movimento de afirmação, empreendendo uma revolução no seu nicho de atuação. 

Cassandro representava o tipo de personagem que na lucha libre foi chamado pejorativamente de "exótico", lutadores gays que se apresentavam de maneira exuberante, com figurinos e maquiagem chamativas, e que nessas apresentações propositalmente eram "escada" para as vitórias dos seus oponentes "machões", apanhando ao vivo como forma de externalizar a homofobia da sua audiência. Com Cassandro, Saúl desejava sair desse esquema, se apresentando do jeito que queria, ou seja, de forma que expressasse sua verdadeira identidade (com todo o brilho e irreverência possíveis), mas que isso não implicasse reduzir sua competitividade no ringue frente aos seus oponentes, estando no páreo tanto quanto eles. 

Em Cassandro, Bernal tem uma performance física extasiante na qual o ator personifica a irreverência, a dramaticidade, o tom provocador e a força do seu personagem. Ao mesmo tempo, fora do ringue, o ator traz uma resiliência não comiserativa para Cassandro, jamais explorando de maneira piegas as dores latentes de uma realidade que sempre foi muito difícil para Saúl. Cassandro traz para as telas um Gael García Bernal maduro, que carrega o filme nas costas sem achar que seu desempenho é maior do que a história do próprio cinebiografado, retratando-o como uma figura humana perfeitamente passível de identificação.


O ponto frágil de Cassandro é justamente uma condução que não faz justiça ao olhar sensível de Bernal e que utiliza artifícios excessivamente expositivos quando a história já dizia muito com as sutilezas da performance do ator e com a sua presença em um ambiente notadamente homofóbico. A transição para a glória de Cassandro representada por uma participação sua em um talk show na qual um fã adolescente do astro da lucha libre se manifesta na plateia, agradecendo ao trabalho do protagonista e falando como ele foi importante no momento em que decidiu se assumir gay para o pai, verbaliza questões que o longa já havia colocado de maneira muito mais original e completa no retrato que fez do gênero esportivo e da subversão provocada por Saúl nele. Nesse sentido, Cassandro se entrega a reiterações e chavões desnecessários quando tudo já havia sido entregue pelo trabalho impecável de Gael García Bernal. 


Avaliação




Título original: Cassandro
Ano: 2023
Duração: 107 minutos
Disponível no Amazon Prime Video
Direção: Roger Ross Williams
Roteiro: Roger Ross Williams e David Teague
Elenco: Gael García Bernal, Roberta Colindrez, Perla de la Rosa, Joaquín Cosio, Raúl Castillo, Gigántico, Yavor Vesselinov, Carmen Ledesma. 


Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,1,Crítica,315,DVD & Blu-Ray,6,É Tudo Verdade,3,Editorial,2,Ensaios e Artigos,19,Entrevista,2,Extras,9,Listão,34,Matéria Especial,28,Mostra SP,6,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,110,Resenhas,286,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Crítica: Cassandro
Crítica: Cassandro
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhDGkM8pOeg6mNnJgYJPvp-8IJ5BWUB6VyOldbFD0W6z2eGvza6a7UGvz4TmFC1nDA0-9SKBnwxU16FvHoJlsp6h7ucnGSMxt3nElByWrUG_VyhGBIRiBx9MKzu4-huPjDjzTXVdXESy8oQ_2wIGjxlRUHOaNOp3bzXC-TOmW_rnsCDSfKBQh0TkB2bqkbE/s16000/cassandro%20gael%20garcia%20bernal.png
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhDGkM8pOeg6mNnJgYJPvp-8IJ5BWUB6VyOldbFD0W6z2eGvza6a7UGvz4TmFC1nDA0-9SKBnwxU16FvHoJlsp6h7ucnGSMxt3nElByWrUG_VyhGBIRiBx9MKzu4-huPjDjzTXVdXESy8oQ_2wIGjxlRUHOaNOp3bzXC-TOmW_rnsCDSfKBQh0TkB2bqkbE/s72-c/cassandro%20gael%20garcia%20bernal.png
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2023/09/critica-cassandro.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2023/09/critica-cassandro.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código