Crítica: A Pequena Sereia

 



A Pequena Sereia é o último grande clássico da Disney responsável pela retomada do poderio do estúdio de animação nos anos de 1990 a ganhar uma versão em live action (filme com atores). Em meio aos seus contemporâneos A Bela e a Fera (1991), Aladdin (1993) e O Rei Leão (1994), o filme protagonizado pela princesa Ariel foi aquele que abriu novamente as portas do estúdio para o sucesso em 1989, mas curiosamente foi o último a ganhar o remake. Isso porque, não resta dúvidas, seria um dos mais tecnicamente desafiadores em virtude do fator "água", ou seja, das dificuldades envolvidas na construção do oceano como cenário predominante da sua história. 



Na adaptação, a Disney procurou um terreno seguro ao contratar Rob Marshall para a condução. Marshall é um diretor conhecido por sua longeva trajetória como coreógrafo de musicais na Broadway, sendo depois responsável do cinema no gênero como Chicago, vencedor do Oscar de melhor filme em 2003, e por êxitos da casa como Caminhos da Floresta (2014) e O Retorno de Mary Poppins (2018). Na escalação da Ariel, a produção foi coerente com a importante mudança de chave na indústria ao contratar a talentosa Halle Bailey. É uma iniciativa que demonstra como características físicas na escolha da atriz que daria vida a uma das mais icônicas princesas da Disney não devem ser relevantes, sobretudo quando essas decisões estão à serviço de uma positiva reparação histórica. 

O resultado dos esforços do estúdio na nova versão de A Pequena Sereia não chega a ser diferente daquilo que a empresa tem feito com essas reproduções. Muito daquilo que vai ser visto nas telas é uma cópia fidelíssima da animação, incluindo a reprodução de diálogos e frames da obra original. Tudo isso faz a gente retomar a pergunta: Um remake de A Pequena Sereia é realmente necessário quando os envolvidos não fazem muitos esforços criativos para acrescentar nada relevante ao clássico? A resposta mais cínica poderia ser um "não". Nesses moldes e com a política preguiçosa do "copia e cola", um remake de A Pequena Sereia é supérfluo, mero pretexto para o estúdio se acomodar e faturar ainda mais em cima daquilo que já está na casa. O que seria salutar para a própria indústria, para a empresa e para o público seria um investimento mais incisivo do estúdio em criar novos clássicos. No entanto, lidamos com a realidade, a indústria não pensa assim e um novo A Pequena Sereia existe. Diante disso, devemos avaliar esta obra diante das possibilidades que nos são apresentadas: o sistema de "freios" criativos da Disney nessa lógica de retroalimentação.  



Nesse oceano de "copia e cola", A Pequena Sereia se sai melhor do que a média dos títulos feitos por esse regime no estúdio. O longa de Rob Marshall soa muito mais genuíno que alguns dos seus predecessores. A Pequena Sereia está muito mais para o patamar das recentes versões de Aladdin e Mogli, O Menino Lobo do que para a péssima experiência de O Rei Leão. Mesmo seguindo à risca a sucessão de eventos no roteiro do clássico, muitas vezes repetindo diálogos e frames do original, o diretor Rob Marshall e sua equipe souberam dar cores ao universo de Ariel e "abraçar" a atmosfera de conto de fadas da história da sereia, não abrindo mão, inclusive do romance, que na condução do diretor é um daqueles de colocar o espectador suspirando, em suspensão. E Marshall faz isso realizando discretos, necessários e precisos ajustes em relação aos papéis de gênero para uma obra de 2023. 

De maneira geral, não consigo interpretar A Pequena Sereia de 1989 como um conto de fadas machista, tendo em vista que o interesse de Ariel pelo mundo dos humanos antecede sua paixão pelo príncipe Eric (ela colecionava artefatos humanos e sonhava com a vida fora do mar antes de conhecê-lo). No entanto, como toda obra em sua época, é natural que em um ponto ou outro A Pequena Sereia demonstre sinais do pensamento de sua época sobre os lugares de homens e mulheres na sociedade. A versão de 2023 sabe muito bem equilibrar o desejo dessa história de construir um romance em moldes clássicos protagonizado por um casal heterossexual e interracial e promover algumas atualizações ali e aqui. Esse equilíbrio entre entender a essência da história e como ela pode ser recontada para um público do seu tempo é fundamental para o êxito de A Pequena Sereia de Rob Marshall. 

A escalação dos atores também parece um movimento certeiro do filme. Halle Bailey domina a tela como Ariel com muita doçura e com a determinação conhecida da personagem.  Nos números musicais, a atriz brilha - e isso seria algo crucial para o filme tendo em vista que a personagem interpreta uma das canções mais bonitas da história do estúdio, "Part of your world". Os demais integrantes do elenco também estão muito bem: Melissa McCarthy se esbalda nas maldades da bruxa Úrsula, Javier Bardem transmite a autoridade e o acolhimento fundamentais para o rei Tritão e Jonah Hauer-King consegue trazer para o príncipe Eric um charme na dose certa. Além deles, a escolha dos dubladores dos personagens animados foi muito acertada, sobretudo Awkwafina como a gaivota Sabichão e Daveed Diggs como o siri Sebastião, ainda que em alguns momentos o design realista desses personagens comprometam o trabalho do cast de dubladores (talvez o mais prejudicado no fim das contas seja o peixe Linguado de Jacob Tremblay).  


Mesmo não acrescentando muito ao original, A Pequena Sereia busca seus méritos na execução da reprodução desse clássico com um excelente apuro visual, a expertise de Rob Marshall para a composição de belos números musicais e uma acertada escolha de elenco, resultando em um filme leve e divertido. No final das contas, dentro das orientações do estúdio (o famoso "copia e cola" dos remakes em live action), A Pequena Sereia se revela uma experiência cinematográfica satisfatória na maior parte do tempo de sua projeção, recompensando o espectador com bons momentos e com uma abordagem digna do espírito de um conto de fadas. 


Avaliação


Título original: The Little Mermaid
Ano: 2023
Duração: 135 minutos
Nos cinemas
Direção: Rob Marshall
Roteiro: David Magee e Ron Clements 
Elenco: Halle Bailey, Melissa McCarthy, Javier Bardem, Jonah Hauer-King, Awkwafina, Daveed Diggs, Noma Dumezweni, Jude Akuwudike, Jessica Alexander, Kajsa Mohammar, Lorena Andrea. 


Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,1,Crítica,315,DVD & Blu-Ray,6,É Tudo Verdade,3,Editorial,2,Ensaios e Artigos,19,Entrevista,2,Extras,9,Listão,34,Matéria Especial,28,Mostra SP,6,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,102,Resenhas,254,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Crítica: A Pequena Sereia
Crítica: A Pequena Sereia
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhxL8Y9Klcx7fJWkQriWq11OAH_lza6Sm7Y5rIpk2fM6-RftfPgWIlMA9lzjckDMyiCJduMb9qwZ5UeihbzKQtI74pD0MRJBvmKnY-F9T1__3Fm081TYCAshPgYCp5mpXlbhIqLeE8Woa6xwITG_4cghMyI8TgoDkNn4O46WavH4rxnyFtyhSg-z7QNDg/s16000/a%20pequena%20sereia%20disney.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEhxL8Y9Klcx7fJWkQriWq11OAH_lza6Sm7Y5rIpk2fM6-RftfPgWIlMA9lzjckDMyiCJduMb9qwZ5UeihbzKQtI74pD0MRJBvmKnY-F9T1__3Fm081TYCAshPgYCp5mpXlbhIqLeE8Woa6xwITG_4cghMyI8TgoDkNn4O46WavH4rxnyFtyhSg-z7QNDg/s72-c/a%20pequena%20sereia%20disney.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2023/05/critica-pequena-sereia.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2023/05/critica-pequena-sereia.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código