Crítica: Está tudo bem

 


Em Está tudo bem, François Ozon aposta no drama familiar para contar a história de duas irmãs que se veem diante do inevitável, a despedida da figura paterna que está prestes a morrer. Emmanuèle (Sophie Marceau) e Pascale (Géraldine Pilhas) são surpreendidas por um AVC de André (André Dussollier) e sua internação reverbera em uma série de outros problemas de saúde. Diante do quadro, o patriarca pede a Emmanuèle que proceda a eutanásia. É nesse momento que a personagem se vê em uma encruzilhada, traçando todo um inventário da tumultuada relação com o pai. 

O longa de Ozon aposta naquilo que não está na tela para tecer a psicologia de personagens que aparentemente não têm muito conflito a resolver. Na verdade, Está tudo bem acompanha mais um processo de amadurecimento de resoluções do passado do que propriamente uma jornada convencional de superação de obstáculos. O diretor e roteirista examina toda a trajetória que leva Emmanuèle ao ponto em que se encontra no filme. Nesse sentido, Ozon traz uma história sobre o tempo e como ele é capaz de contornar desavenças e mágoas, fazendo "ficar tudo bem" a despeito dos problemas que a vida inevitavelmente coloca na nossa frente. 

Apesar de amar André, Emmanuèle sempre teve uma relação complicada com o pai, marcada pela separação nada amistosa dele com sua mãe, participação de Charlotte Rampling, e pelo bullying que praticava com a garota por conta da sua aparência e dos seus hábitos alimentares. Em dado momento do filme, Emmanuèle confessa ter passado por situações em que desejou a morte do pai. No entanto, apesar das turbulências do passado, o que se vê na maturidade da personagem é uma forte cumplicidade e afeto com esse homem. Talvez por esta resiliência de Emmanuèle, André se sinta mais confortável em pedir a ela que prepare a sua morte. 

Sophie Marceau tem um ótimo desempenho nesse drama de Ozon interpretando uma mulher que na maior parte do tempo consegue conter bastante sua reatividade aos eventos. É interessante como Emmanuèle se relaciona intimamente com a violência, seja ela verbal ou física. Socialmente, Emmanuèle é uma mulher muito polida, aparentando sempre muita calma e controle, mas na intimidade, por exemplo, é capaz de se mostrar fã do cinema gore e tem seus momentos de choro rasgado no banheiro. Marceau consegue exibir na tela as nuances dessa personagem que represa medos e raivas, adquirindo "frieza" para solucionar questões delicadas. É um desempenho discreto, muito bem executado pela atriz na tela. 



Com uma produtividade invejável, Ozon entrega um filme que aparenta simplicidade, mas se mostra denso nas relações interpessoais que traça para seus personagens. Distante da utopia na construção das relações entre pais e filhos, Está tudo bem fala como muitas vezes nesses laços familiares as tensões são mais frequentes  do que o cenário fantasioso do "amor incondicional" e harmonioso. Em dado ponto, Emmanuèle confessa que teria adorado ter seu pai como amigo, no entanto, a paternidade não trouxe esta situação para a relação deles.  Nesse sentido, Está tudo bem fala como as relações familiares acabam sendo atravessadas não apenas por afeto, mas por responsabilidades, conflitos de interesse e pontos de vista distintos sobre o modo de conduzir a vida. As tensões, rupturas e sentimentos negativos são naturais no seio familiar e o mais libertador é quando compreendemos isso, superamos certas desavenças e fazemos as pazes conosco e com os outros. 


Avaliação



Título original: Tout s'est bien passé
Ano: 2022
Duração: 109 minutos
Nos cinemas
Direção: François Ozon
Roteiro: François Ozon
Elenco: Sophie Marceau, André Dussollier, Géraldine Pailhas, Charlotte Rampling, Éric Caravaca, Hanna Schygulla, Grégory Gadebois, Judith Magre, Jacques Nolot. 

Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,2,Crítica,315,DVD & Blu-Ray,6,É Tudo Verdade,3,Editorial,2,Ensaios e Artigos,20,Entrevista,2,Extras,9,Listão,32,Matéria Especial,26,Mostra SP,6,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,48,Resenhas,139,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Crítica: Está tudo bem
Crítica: Está tudo bem
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiH6wwoNW946qo2BiGMjr0Q15hd0BYnwYDWcb5I0kKx2q4z_LOEXZCn2aWxAbYsn7tO71gO5u40Lpmdyer68hTsl2UZKw2yrpwgUBOSL83uPVZk6fo_uFOEcH6PKCfew5YKLNk8IRSLpfVfUn_QHmvSMeCAnHE0karPC1-DuQK0kJIBMQ8Pu4xM-cLd0Q/w400-h225/TOUT_S_EST_BIEN_PASSE_Photo_5%C2%A9Carole%20BETHUEL_Mandarin_Production%E2%80%93Foz.jpg
https://blogger.googleusercontent.com/img/b/R29vZ2xl/AVvXsEiH6wwoNW946qo2BiGMjr0Q15hd0BYnwYDWcb5I0kKx2q4z_LOEXZCn2aWxAbYsn7tO71gO5u40Lpmdyer68hTsl2UZKw2yrpwgUBOSL83uPVZk6fo_uFOEcH6PKCfew5YKLNk8IRSLpfVfUn_QHmvSMeCAnHE0karPC1-DuQK0kJIBMQ8Pu4xM-cLd0Q/s72-w400-c-h225/TOUT_S_EST_BIEN_PASSE_Photo_5%C2%A9Carole%20BETHUEL_Mandarin_Production%E2%80%93Foz.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2022/05/critica-esta-tudo-bem.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2022/05/critica-esta-tudo-bem.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código