Crítica: Vingança e Castigo


Vingança e Castigo é um western coerente com a política da Netflix de procurar a diversidade na produção audiovisual do seu catálogo. Na história do cinema estadunidense, há uma lacuna considerável de filmes do gênero com elencos formados na sua maioria por atores negros. A produção de Jeymes Samuel faz essa reparação colocando à frente da sua ação alguns dos nomes mais quentes do momento em Hollywood como Regina King, Idris Elba, Lakeith Stafield, Zazie Beetz, além do veterano Delroy Lindo, recém-saído da arrebatadora atuação em Destacamento Blood de Spike Lee. 

No longa, temos a história de um fora-da-lei vivido por Jonathan Majors, um rapaz que viu a família ser assassinada na sua frente quando criança. O personagem de Majors descobre que o seu maior inimigo, um lendário bandido interpretado por Idris Elba, saiu da prisão e retomou suas funções junto com seu bando. É então que o protagonista se reúne a um outro grupo de personagens para fazer frente às investidas do rival.


Jeymes Samuel não chega a fazer um filme que ambiciona reestruturações nas convenções narrativas do gênero. Não vemos em Vingança e Castigo nem mesmo um discurso que frisa reparações históricas nas relações entre negros e brancos nos EUA, como fazia, por exemplo, Django Livre de Quentin Tarantino. O tópico está presente no filme no sarcasmo com o qual trata os brancos, mas não chega a ser uma das suas principais preocupações do longa. A reparação que o diretor e roteirista desta super-produção quer realizar é na própria representação do negro no cinema estadunidense

Vindo do departamento musical de longas como O Grande Gatsby e tendo trabalhado com figurões como Jay-Z, Samuel já havia começado a empreitada que apresenta aqui em sua estreia, They Die by Dawn. No entando, Vingança e Castigo leva esse projeto do diretor a um outro patamar com todo o aporte financeiro e a visibilidade da Netflix. Assim, o que vemos é uma produção extremamente caprichada, que valoriza elementos plásticos como a construção dos seus cenários e figurinos. Há em Vingança e Castigo uma vocação para o cinema pop na medida em que todas as figuras que estão na tela esbanjam carisma e a trilha sonora é extremamente sedutora, misturando Hip Hop e R&B com temas que nos remetem a clássicos do gênero. 


A trama do filme é protocolar e frustra em certa medida. Há percalços no roteiro. A trama central que envolve o passado do protagonista é diluída em uma cena final de confronto com o personagem de Elba, isso depois de ser esquecida por praticamente todo o filme. 

 O elenco de atores premiados se diverte em cena, mas não surpreende. O filme parece se bastar do carisma dos seus atores e não se dedica a uma construção de personagens mais apurada. Vingança e Castigo até oferta algumas camadas que tornam o bom mocismo e a vilania das suas personagens dúbia ou questionável, mas nada muito extremo. A exceção talvez seja da atriz Danielle Deadwyler, que vive a figura mais interessante do projeto, uma moça que perambula pelo cabaré da personagem de Zazie Beetz e que logo é incorporada ao bando do personagem de Majors. 

Vingança e Castigo usa sem subterfúgios o star power do seu elenco para fazer puro entretenimento. Lógico que o cinema sempre se valeu dessa fórmula, a diferença é que outrora isso era abraçado por majors quando os envolvidos eram brancos. É interessante que a gente viva um momento no qual um projeto comercial como Vingança e Castigo, mesmo com todos os problemas e a banalidade criativa que possui, possa ser "abraçado" por uma empresa do porte da Netflix. 


Cotação



Título original: The Harder they Fall
Ano: 2021
Disponível na Netflix
Direção: Jeymes Samuel
Roteiro: Jeymes Samuel e Boaz Yakin
Elenco: Jonathan Majors, Regina King, Idris Elba, Zazie Beetz, Lakeith Stanfield, Delroy Lindo, Danielle Deadwyler, Edi Gathegi, RJ Cyler, Chase Dillon, DeWand Chise. 

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,2,Crítica,314,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Ensaios e Artigos,19,Entrevista,2,Extras,9,Listão,29,Matéria Especial,26,Mostra SP,6,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,36,Resenhas,106,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Crítica: Vingança e Castigo
Crítica: Vingança e Castigo
https://1.bp.blogspot.com/-lVI8XrNVTJI/YYR0rEwFbbI/AAAAAAAAfgo/xilvrrqd_U8cJVC-Co_Au_EISb1jB_JEwCLcBGAsYHQ/w400-h209/vinganca%2Be%2Bcastigo.jpeg
https://1.bp.blogspot.com/-lVI8XrNVTJI/YYR0rEwFbbI/AAAAAAAAfgo/xilvrrqd_U8cJVC-Co_Au_EISb1jB_JEwCLcBGAsYHQ/s72-w400-c-h209/vinganca%2Be%2Bcastigo.jpeg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2021/11/critica-vinganca-e-castigo.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2021/11/critica-vinganca-e-castigo.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código