'A Barraca do Beijo 2' até disfarça, mas repete erros do antecessor



A Barraca do Beijo de 2018 foi um dos filmes mais populares produzidos pela Netflix. Apesar do apelo popular, a comédia teen que fez a carreira do seu jovem elenco, Joey King (indicada ao Emmy pela minissérie The Act) e Jacob Elordi (destaque na elogiada Euphoria da HBO), não é muito conhecida por sua qualidade dramatúrgica, tampouco por conter bons exemplos de representação de relacionamentos para seu público alvo, os adolescentes. 

O filme de 2018 derrapava com uma trama capenga que versava sobre o relacionamento de Elle (King) e Lee (Joel Courtney), amigos de longa data que estudam no mesmo colégio. A amizade é abalada quando ela acaba se apaixonando pelo irmão dele, o bonitão descamisado Noah (Elordi), o garoto mais disputado do colégio. O conflito central da protagonista era inócuo e, como se não bastasse, o filme abria brecha e tratava com naturalidade e romantismo relacionamentos amorosos e de amizade abusivos. Elle se debatia o tempo inteiro entre atender às chantagens de Lee e Noah e tinha muita dificuldade de ter uma voz própria durante toda a história. 


Uma continuação de A Barraca do Beijo, dirigida e roteirizada pelo mesmo Vince Marcello do primeiro seria a oportunidade do próprio se redimir dos tropeços do primeiro longa. E durante parte de A Barraca do Beijo 2, Marcello até que tenta ocultar questões que foram problemáticas no filme anterior, como a sufocante lista de exigências que Lee faz a Elle para manter a amizade dos dois. Em parte da sua duração, o longa até que consegue se mostrar positivamente como uma descompromissada comédia High School. Isso até os dilemas amorosos de Elle com Noah virem à tona e a maldita lista de regras voltar para a história. 

Há um excesso de tramas e personagens em A Barraca do Beijo 2 que fazem a sequência atirar para todos os lados e não se preocupar com aquilo que realmente importa, construir um arco dramático convincente o suficiente para sua mocinha Elle, ao menos complexo o bastante para justificar uma sequência. O longa traz um novo interesse amoroso para Noah, um novo interesse amoroso para Elle, o namoro de Lee, um casal homossexual amigo da protagonista que aparentemente não tem função alguma na história a não ser tentar "limpar a barra" do primeiro filme, o destino universitário de Elle, um campeonato de dança e a promoção da barraca do beijo que dá título à história. É muito e o filme sequer consegue dar unidade a tudo isso em mais de duas horas de duração. 

Para completar, o terceiro ato de A Barraca do Beijo 2 sela o desastre que é essa comédia romântica com toda uma sequência constrangedora em um almoço de ação de graças que reforça alguns dos principais problemas do primeiro filme no olhar que ele lançava para o relacionamento de Elle com os dois garotos. Justificativas estapafúrdias para a presença de um brinco misterioso debaixo da cama de Noah e mais uma D.R. sem sentido entre Elle e Lee tomam conta desse momento e são responsáveis por afundar essa sequência de forma constrangedora. 

A Barraca do Beijo é um dos produtos mais bem sucedidos da Netflix e seus produtores têm muita segurança de estarem no caminho certo. A popularidade do projeto antes mesmo de sua segunda sequência estrear fez a equipe filmar a terceira parte simultaneamente, com estreia prevista para 2021. É uma pena que a franquia é de um clássico caso no qual a popularidade do produto não vem junto com qualidade. Para os fãs do gênero que estão na adolescência, a própria Netflix tem em seu catálogo vários títulos mais recomendáveis do que A Barraca do Beijo, não é difícil encontrar. O segundo não redime o primeiro filme, pelo contrário, reforça o constrangimento que ele é. 


The Kissing Booth, 2020. Dir.: Vince Marcello. Roteiro: Vince Marcello e Jay S. Arnold. Elenco: Joey King, Jacob Elordi, Joel Courtney, Taylor Zakhar Perez, Maisie Richardson-Sellers, Meganne Young, Molly Ringwald. Disponível na Netflix, 134 min. 

Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,2,Crítica,313,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Ensaios e Artigos,11,Entrevista,2,Extras,9,Listão,26,Matéria Especial,26,Notícias,39,Podcast,3,Prévia,77,Radar Crítico,20,Recomendações,25,Resenhas,82,Rewind,15,TV & Streaming,80,Vídeo,10,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: 'A Barraca do Beijo 2' até disfarça, mas repete erros do antecessor
'A Barraca do Beijo 2' até disfarça, mas repete erros do antecessor
https://1.bp.blogspot.com/-YMUk6aYAOEY/Xx4HAJUffbI/AAAAAAAAezE/piWRT6KPmAcXZP-SHQyvDvcOz2D1oSaKgCLcBGAsYHQ/w400-h229/A%2BBarraca%2Bdo%2BBeijo%2B2_______.png
https://1.bp.blogspot.com/-YMUk6aYAOEY/Xx4HAJUffbI/AAAAAAAAezE/piWRT6KPmAcXZP-SHQyvDvcOz2D1oSaKgCLcBGAsYHQ/s72-w400-c-h229/A%2BBarraca%2Bdo%2BBeijo%2B2_______.png
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2020/07/a-barraca-do-beijo-2-ate-disfarca-mas.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2020/07/a-barraca-do-beijo-2-ate-disfarca-mas.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código