'A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata' perde de vista uma boa história


Produção britânica original da Netflix, A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata tem a direção de Mike Newell, inglês que se consagrou internacionalmente com a comédia romântica oscarizada Quatro Casamentos e um Funeral, tendo ainda incursões interessantes em outros gêneros como em Donnie Darko (gângster) e Harry Potter e o Cálice de Fogo (fantasia). No entanto, Newell é um diretor que depende dos seus roteiros. A direção do inglês costuma ser marcada por decisões corretas adaptadas aos seus sucessivos projetos. Aqui, ele consegue bons momentos ao valorizar em seus planos as paisagens da ilha de Guernsey onde se passa a história e acerta em detalhes técnicos e artísticos bem aplicados, trazendo um certo requinte para a produção. O problema de A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata é de ordem narrativa e, nesse sentido, o longa é igual a alguns dos exemplares mais fracos da carreira do realizador, como O Príncipe da Pérsia ou O Amor nos Tempos de Cólera

No longa, temos a história da jovem escritora inglesa Juliet Ashton. Após a Segunda Guerra Mundial, ela parte para a ilha de Guernsey curiosa por aquilo que lhe é relatado numa carta de um grande admirador, um camponês chamado Dawsey Adams. Ele relata a Ashton que, durante a guerra, quando os alemães ocuparam a ilha, alguns dos seus habitantes fizeram um grupo de leitura. Impressionada pela maneira como a paixão pela literatura foi despertada na comunidade em um tempo tão difícil, Ashton resolve ir ao local para escrever sobre o clube, que tem o nome peculiar de Sociedade Literária da Torta de Casca de Batata, uma alusão a uma das receitas compartilhada por eles em tempos de privação alimentar. 


A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata tem um início simpático ao partir do interesse da jovem letrada interpretada por Lily James naquela comunidade rural e o fascínio que a ficção exerceu sobre aquelas pessoas durante a guerra, época marcada pela violência, restrição de direitos e falta de perspectivas. É uma pena que, lá pelas tantas, o filme descubra de maneira atabalhoada sua vocação para um "novelão" britânico, mudando o foco estabelecido em sua premissa para o interesse na vida amorosa de uma das integrantes do grupo de leitura. Ela se envolveu com um soldado alemão durante a guerra e depois desapareceu, deixando uma filha pequena aos cuidados do camponês que escreve a carta para a personagem de Lily James. 

O romance do filme de Newell também não é desenvolvido a contento. É claro que, desde o princípio, surge como possibilidade para o espectador o relacionamento entre a escritora Juliet Ashton e Dawsey Adams, interpretado por Michiel Huisman (de Game of Thrones), mas diretor e roteiristas nunca parecem mover esforços para fazer aquela história parecer genuína, tornando até mesmo o enlace amoroso da protagonista com o jovem americano interpretado por Glen Powell  passível de maior torcida do público. Acompanhamos o gradual amadurecimento da relação dos personagens de James e Powell, ao contrário do casal de protagonistas. No que diz respeito ao casal principal, o filme apela no último ato para a clássica corrida contra o tempo de Huisman a fim de se declarar para Ashton numa situação de partida. 

Perdendo aquilo que de mais original tem na sua história (a fundação do grupo de leitura numa simples comunidade rural) e fazendo muito pouco pelo caminho mais seguro que escolhe para a sua trama, o da comédia romântica de época, A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata é um filme que frustra o espectador. É o tipo de produção que tinha tudo nas mãos para contar uma história interessante e original, mas que parece não saber muito bem o que fazer com ela depois de apresentar sua curiosa premissa. No seu lugar, temos uma trama que gira em torno de encontros e desencontros amorosos e dramas familiares tecidos da maneira mais frouxa possível. 


The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society, 2018. Dir.: Mike Newell. Roteiro: Don Roos, Kevin Hood e Thomas Bezucha. Elenco: Lily James, Michiel Huisman, Glen Powell, Matthew Goode, Jessica Brown Findlay, Katherine Parkinson, Penelope Wilton, Tom Courtenay, Bronagh Gallagher, Marek Oravek. Disponível no catálogo da Netflix, 124 min. 

Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,1,Crítica,165,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,9,Listão,18,Matéria Especial,17,Notícias,25,Prévia,77,Radar Crítico,20,Rewind,6,TV & Streaming,42,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: 'A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata' perde de vista uma boa história
'A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata' perde de vista uma boa história
https://2.bp.blogspot.com/-OPymZKIU9is/W2g2LMW9CFI/AAAAAAAAaZQ/9BsLdq0Fc5gXJWp96xTdydc3NmDa4fm7wCLcBGAs/s400/A%2BSociedade%2BLiteraria%2Be%2Ba%2BTorta%2Bde%2BCasca%2Bde%2BBatata.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-OPymZKIU9is/W2g2LMW9CFI/AAAAAAAAaZQ/9BsLdq0Fc5gXJWp96xTdydc3NmDa4fm7wCLcBGAs/s72-c/A%2BSociedade%2BLiteraria%2Be%2Ba%2BTorta%2Bde%2BCasca%2Bde%2BBatata.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2018/08/a-sociedade-literaria-e-torta-de-casca.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2018/08/a-sociedade-literaria-e-torta-de-casca.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código