'Com Amor, Simon' é um carismático 'teen movie' sobre a aceitação da homossexualidade


Em menos de três meses, o público recebeu no circuito duas obras que tratam sobre questões parecidas, ainda que pertençam a nichos de produção bastante distintos. O "oscarizado" Me Chame pelo seu Nome era um romance de "grife" dirigido pelo italiano Luca Guadagnino sobre a intensa história de amor entre um adolescente dos personagens de Timothée Chalamet e Armie Hammer no litoral da Itália dos anos de 1980. Já Com Amor, Simon, que estreia no circuito em abril, é o típico filme high school americano abordando os dilemas de um rapaz que lida com a aceitação da própria homossexualidade quando a mesma é um "segredo" para seus familiares e amigos. Em comum, os dois abordam o desabrochar de uma sexualidade, o processo de aceitação da própria na adolescência e o tratamento dela nas relações de afeto já estabelecidas com amigos e pais. 

Com Amor, Simon é um longa de roupagem mais comercial. Baseado no livro Simon vs. A Agenda Homo Sapiens de Becky Albertalli, o longa traz a história de um jovem de uma típica família classe média e de cabeça progressista americana. Os espaços que Simon frequenta são, na maioria das vezes vinculados a sua escola, cheia de adolescentes que se enquadram (ou são enquadrados) em rótulos muito comuns nesta época. O filme equilibra o drama do seu personagem com diálogos bem objetivos e diretos e alívios cômicos representados por professores e colegas excêntricos, nada que torne todos os elementos desse mosaico excessivamente estereotipado ou superficial do ponto de vista psicológico. 


Em suma, Com Amor, Simon é um longa sobre ritos de passagem ambientados no colegial como tantos outros que já vimos na filmografia norte-americana, mas apresenta como diferencial a abordagem da homossexualidade nesse contexto, algo que, por sinal, já foi estereotipado ou mesmo silenciado em tantos outros filmes do gênero. Assim, se queremos encontrar alguma singularidade no filme (e se isso de fato importa no reconhecimento do seu valor), esta informação é extremamente relevante. No âmbito do impacto cultural e do "serviço" que tem o potencial de oferecer para quem irá consumi-lo, o filme reveste-se de uma relevância até maior que a de obras como Me Chame pelo seu Nome ou outros longas que acabam restritos na comunidade LGBT. Basta imaginar o alcance que a obra terá daqui para frente. 

E como obra, o filme possui muitos méritos de realização. Os adolescentes do longa, mesmo aqueles que representam os típicos estereótipos juvenis são tratados em sua multidimensionalidade, exibindo carisma sem que isso signifique uma perda considerável da complexidade de cada um deles como sujeito. Ainda que os adultos do longa não apresentem muitas facetas e camadas, algo compreensível já que o enfoque da história é Simon e seu grupo de amigos, o longa possui uma dinâmica nas relações entre seus personagens repleta de empatia, fazendo com que até mesmo os vacilos cometidos por seus potenciais "vilões" sejam passíveis de compreensão e até redenção.  

Ao mesmo tempo, Com Amor, Simon procura ser simples ao deixar claro em cada diálogo as emoções, dilemas e contradições vividas por seus personagens, mas faz isso de maneira inteligente, jamais subestimando o público ao expor sentimentos concretos e passíveis de identificação. Isso faz com que a experiência de conviver com aqueles personagens estabeleça laços fortes e duradouros com o público, trazendo um potencial lugar de afeto que o filme terá em meio a tantos outros títulos do gênero, evitando ser a típica obra efêmera teen daquelas cuja memória evapora após a sessão. 


Love, Simon, 2018. Dir.: Greg Berlanti. Roteiro: Elizabeth Berger e Isaac Aptaker. Elenco: Nick Robinson, Jennifer Garner, Josh Duhamel, Alexandra Shipp, Katherine Langford, Logan Miller, Keiynan Lonsdale, Jorge Lendeborg Jr., Tony Hale. Fox, 110 min. 

Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,9,Cinco Atos,1,Crítica,149,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,9,Listão,18,Matéria Especial,15,Notícias,20,Prévia,76,Radar Crítico,20,Rewind,4,TV & Streaming,33,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: 'Com Amor, Simon' é um carismático 'teen movie' sobre a aceitação da homossexualidade
'Com Amor, Simon' é um carismático 'teen movie' sobre a aceitação da homossexualidade
https://1.bp.blogspot.com/-00rUS-aXBRw/Wr99Qt7pemI/AAAAAAAAZrs/_xgsVX9r5BMyjGlfV_wqFCIRYoUxHJ5hACLcBGAs/s400/Com%2BAmor%252C%2BSimon.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-00rUS-aXBRw/Wr99Qt7pemI/AAAAAAAAZrs/_xgsVX9r5BMyjGlfV_wqFCIRYoUxHJ5hACLcBGAs/s72-c/Com%2BAmor%252C%2BSimon.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2018/04/com-amor-simon-e-um-carismatico-teen.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2018/04/com-amor-simon-e-um-carismatico-teen.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código