'Viva: A Vida é uma Festa' cativa e emociona com história sobre reconciliação familiar


Utilizando como mote a celebração do Dia dos Mortos no México, a Disney/Pixar nos entrega Viva: A Vida é uma Festa, longa de animação repleto de cores e coisas a serem ditas sobre família, legado, morte, mas, acima de tudo sobre reconciliações, ou seja, um filme que faz jus à já enaltecida filmografia do estúdio. No longa conhecemos a história de Miguel, um menino de 12 anos que sonha ser músico, mas enfrenta um obstáculo dentro de sua própria casa: há anos sua família aboliu qualquer tipo de canção no ambiente familiar por conta de uma mágoa que nutre por um antepassado que abandonou o lar para viver da arte. Durante a celebração do Dia dos Mortos, Miguel foge de casa obstinado a realizar o seu sonho de ser músico e, ao tocar o violão do seu ídolo, o falecido Ernesto de la Cruz, ele é levado para o mundo dos mortos. 

Viva: A Vida é uma Festa prima pela qualidade técnica e inventividade visual que costumam arrebatar as animações Disney/Pixar pela disponibilidade abundante de verba que o estúdio costuma ter para esses produtos, mas também pela sensibilidade dos seus envolvidos no tratamento de uma história que não se restringe ao apelo imagético, tampouco se contenta em narrar uma história para crianças com aquilo que se supõe que elas extrairão ou não da sua narrativa, subestimando os pequenos. Ao longo da jornada de Miguel, o público se depara com uma cartela de cores vivas, personagens visualmente bem concebidos e adaptações criativas de elementos do mundo dos vivos ou da própria festa mexicana no universo dos mortos que constrói, transformando aspectos de uma cultura local num conto de receptividade universal. 


O público é agraciado com uma história que convoca reflexões sobre as relações familiares, sobretudo os vínculos que estabelecemos ou rompemos com os mortos. É curioso notar como, mais uma vez, Lee Unkrich, de Toy Story 3, lida com temas espinhosos nesse tipo de obra de maneira cuidadosa para não tornar o material excessivamente melancólico ou sombrio, ainda que ele reserve inevitavelmente litros de lágrimas no terceiro ato da história. De maneira geral, a narrativa de Viva: A Vida é uma Festa trata da reconciliação da família de Miguel com um antepassado pelo qual todos. No cerne da trama, uma mágoa que, no mundo dos vivos e no mundo dos mortos, traz consequências para todos os envolvidos. O pequeno Miguel será o personagem que estabelecerá a ponte e restaurará a harmonia familiar de modo que os que já se foram e aqueles que ficaram possam conduzir suas vidas sem a carga pesada do rancor. 

A animação tem uma dezena de personagens carismáticos e que fazem de um tudo para o público se afeiçoar a eles e suas jornadas (e conseguem), mas Unkrich não perde o norte dos seus temas e preocupações, sendo certeiro na forma como dosa humor e drama de maneira que a relevância e urgência da sua história não se perde no magnetismo dos seus simpáticos protagonistas e nas divertidas situações que eles vivem. A maneira equilibrada como Viva: A Vida é uma Festa organiza e disponibiliza  esses elementos ao longo da história, nos fornecendo momentos de cortante emoção, todos relacionados ao vínculo entre música e memória que a família de Miguel estabelece em suas gerações, colocam em evidência que esse filme Disney/Pixar está em outro patamar de realização cinematográfica. Não poderíamos esperar algo diferente do pessoal que nos presenteou com títulos como Divertida Mente, Wall-E, Up: Altas Aventuras e Procurando Nemo.  


Coco, 2017. Dir.: Lee Unkrich e Adrian Molina. Roteiro: Adrian Molina e Matthew Aldrich. Vozes de: Anthony Gonzalez, Gael García Bernal, Benjamin Bratt, Alanna Ubach, Renee Victor, Jaime Camil, Alfonso Arau, Herbert Siguenza, Gabriel Iglesias, Lombardo Boyar. Disney, 105 min. 

Assista ao trailer:


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,13,Checklist,8,Cinco Atos,1,Crítica,135,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,9,Listão,18,Matéria Especial,14,Notícias,20,Prévia,76,Radar Crítico,20,Rewind,4,TV & Streaming,30,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: 'Viva: A Vida é uma Festa' cativa e emociona com história sobre reconciliação familiar
'Viva: A Vida é uma Festa' cativa e emociona com história sobre reconciliação familiar
https://2.bp.blogspot.com/-Lq9kRvBSpkY/Wk4JRfPtqnI/AAAAAAAAY4s/A-kSznY-DbIQ2qdOe-K2NHJhu3_qocJSgCLcBGAs/s400/Coco-banner.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-Lq9kRvBSpkY/Wk4JRfPtqnI/AAAAAAAAY4s/A-kSznY-DbIQ2qdOe-K2NHJhu3_qocJSgCLcBGAs/s72-c/Coco-banner.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2018/01/viva-vida-e-uma-festa-cativa-e-emociona.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2018/01/viva-vida-e-uma-festa-cativa-e-emociona.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código