XIII Panorama: Entrevista com Juliana Rojas e Marco Dutra, de 'As Boas Maneiras'


Na abertura da 13ª edição do Panorama Internacional Coisa de Cinema, que acontece em Salvador e Cachoeira entre os dias 08 e 15 de novembro, foi exibido As Boas Maneiras, que já passou pela recente edição do Festival do Rio e pelo Festival de Locarno, angariando alguns prêmios. Os diretores e roteiristas do longa Juliana Rojas e Marco Dutra estiveram em Salvador para promover o filme e participar dos debates após a sessão.

Créditos: Divulgação (Patrícia Almeida)
Aproveitamos a oportunidade e, antes da sessão, conversamos brevemente com os realizadores sobre o filme, suas carreiras e sobre a recente leva de filmes de terror*. Confira abaixo o nosso bate-papo:

Chovendo Sapos: Em As Boas Maneiras vocês têm como questão norteadora da história a gravidez de uma das personagens. Inevitavelmente irão surgir paralelos entre o filme e O Bebê de Rosemary do Roman Polanski no público que se deparar com a sinopse do filme. Como vocês enxergam essa comparação?

Juliana Rojas: O Bebê de Rosemary não foi uma referência direta para o filme. Acho que uma das principais inspirações foi uma peça do Brecht chamada O Círculo de Giz Caucasiano na qual ele discute a maternidade adquirida, a adoção e a biológica. Esta foi uma das inspirações para nós. Eu entendo que as pessoas estabeleçam essa relação com o filme do Polanski porque tem uma gravidez e é um filme de horror, mas acho que vai para um caminho totalmente diferente porque o As Boas Maneiras é um longa que fala de uma relação com essa criatura que está sendo gestada por uma das personagens e é um filme sobre concessão de maternidade, sobre um afeto. O Bebê de Rosemary é mais um filme de paranoia da personagem sobre a própria vivência dela, do que a cerca. O filme do Polanski é muito interessante mas o público vai perceber que ele trabalha com outras questões. Não foi uma das nossas principais referências.


CS: Vocês estão voltando a trabalhar juntos com As Boas Maneiras. O que existe nesse projeto que fez com que vocês se unissem novamente? Como ele foi pensado?

Marco Dutra: Esse filme é anterior aos filmes que fizemos separadamente. Começamos a discuti-lo na época do Trabalhar Cansa. Eu compartilhei um sonho que tive com a Ju, era uma imagem de duas mulheres cuidando de um bebê num lugar isolado. Nós discutimos um pouco essa imagem e a vontade de fazer um filme sobre maternidade, sobre a relação dessa família estranha, do que seria esse bebê. As ideias foram desenvolvidas até virar esse filme. A primeira versão era bem diferente, mas as ideias base da história que a gente vê hoje já estavam lá. Conforme a gente se envolvia com outros filmes, a Ju com o Sinfonia da Necrópole e eu com Quando eu era vivo O Silêncio do Céu, nunca paramos de desenvolver o roteiro e captar dinheiro pro As Boas Maneiras. Foi um filme que levou tempo, tivemos co-produção com a França... Então o tempo de gestação foi longo, mas foi uma ideia que surgiu quando fizemos o primeiro filme juntos a partir desse sonho que eu tive.

CS: Vocês têm sido apontados como referência para uma nova geração no gênero, sobretudo quando ele estreita essa relação com a crítica social. A gente vem numa crescente de títulos que conseguiram êxito internacional nesse sentido, como a própria obra de vocês, recentemente o Corra! do Jordan Peele... A que vocês atribuem esse movimento e como vocês percebem o cinema que fazem nesse contexto?

Juliana Rojas: Eu acho que o horror existe desde o cinema mudo e sempre vai existir. Tem um fascínio humano por isso, por sentir medo, por investigar a morte, o sobrenatural. Isso é meio o que mantém a gente vivo a isso, a nossa curiosidade. Acho que é da natureza humana se sentir atraído por esse tipo de narrativa. Mesmo antes do cinema tinha a literatura, os mitos e as lendas. No cinema tem os ciclos. Há momentos em que o gênero está muito em alta, depois ele é renegado e tratado como filme menor, daí volta a ter uma alta. É uma alta mais no sentido comercial do que no reconhecimento artístico porque o cinema de horror ainda sofre muito preconceito, como se não fosse propriamente cinema, mas "cinema de horror". Acho que a gente está num ciclo de alta, um momento no qual os filmes estão muito populares. Você percebe isso pelo número séries de TV e filmes feitos e recepcionados. São os títulos que fazem grande sucesso. Então está sendo muito bom viver essa fase na qual o que a gente gosta de fazer tá sendo reconhecido. Espero também que seja uma fase que possibilite um fomento maior de produções brasileiras desse conteúdo para cinema e TV e que a gente fortaleça mais a nossa cinematografia de horror.

*Colaborou com a matéria Dino Lucas Galeazzi.

Créditos da imagem que abre a matéria: Divulgação (Patrícia Almeida).


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,9,Cinco Atos,1,Crítica,149,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,9,Listão,18,Matéria Especial,15,Notícias,20,Prévia,76,Radar Crítico,20,Rewind,4,TV & Streaming,33,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: XIII Panorama: Entrevista com Juliana Rojas e Marco Dutra, de 'As Boas Maneiras'
XIII Panorama: Entrevista com Juliana Rojas e Marco Dutra, de 'As Boas Maneiras'
https://1.bp.blogspot.com/-XBGoLrXWIrw/WgTZj9PxKuI/AAAAAAAAX6Y/q8JUFqaHODECxabkYQCSaPIQj9vdjwuCwCLcBGAs/s400/Panorama%2BCoisa%2Bde%2BCinema_dia1_Foto%2Bde%2BPatr%25C3%25ADcia%2BAlmeida%2B%25282%2529.png
https://1.bp.blogspot.com/-XBGoLrXWIrw/WgTZj9PxKuI/AAAAAAAAX6Y/q8JUFqaHODECxabkYQCSaPIQj9vdjwuCwCLcBGAs/s72-c/Panorama%2BCoisa%2Bde%2BCinema_dia1_Foto%2Bde%2BPatr%25C3%25ADcia%2BAlmeida%2B%25282%2529.png
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2017/11/xiii-panorama-entrevista-com-juliana.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2017/11/xiii-panorama-entrevista-com-juliana.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código