Documentário 'Jim & Andy' nos aproxima da personalidade fascinante de Jim Carrey


Em 1998, Jim Carrey interpretaria o papel da sua vida, o comediante Andy Kaufman na biografia O Mundo de Andy, de Milos Forman, diretor lembrado por seu trabalho em filmes como Amadeus e Um Estranho no Ninho. Os paralelos entre a trajetória de Jim e Andy eram sensíveis. Kaufman foi um performer inquietante e à frente do seu tempo que não se conformava com as convenções da comédia como seus contemporâneos, surpreendendo o público com suas "pegadinhas" facilmente midiatizáveis. Com seu trabalho, Kaufman sempre deixou o público confuso a respeito do que seria realidade e do que seria encenação. Já Jim Carrey, sem saber, dava sinais semelhantes da sua genialidade e do seu empenho de confundir as barreiras entre ficção e realidade nos bastidores de O Mundo de Andy, através do seu imersivo método de composição de personagem através do qual o ator praticamente viveu 24 horas por dia Andy Kaufman ou Tony Clifton, personagem que o biografado inventou para provocar ainda mais o público. 

O documentário Jim & Andy: The Great Beyond - Featuring a very special, contractually obligated mention of Tony Clifton parte das imagens de bastidor de O Mundo de Andy guardadas nos arquivos pessoais de Jim Carrey. Contudo, ao invés de servir como uma espécie de making off do longa de Milos Forman que chegou aos cinemas em 1999, o documentário existe mais para nos revelar a emblemática figura de Jim Carrey, afastado há alguns anos dos holofotes. As semelhanças entre Kaufman e Carrey, sobretudo na maneira como ambos fazem uso da carreira para externar um olhar para a sociedade é o mote desse longa que desnuda o protagonista de O Mundo de Andy de maneira profunda e reveladora numa única entrevista. Poucas vezes ficamos tão próximos da figura humana de Jim Carrey, um artista que, assim como Andy Kaufman, entrou em simbiose com seu próprio trabalho. 


Como narra em dado momento no documentário, Jim Carrey não conhece outro meio de expressar a sua arte sem viver a realidade como um personagem anárquico e inconsequente. O trabalho de Jim não está apenas nas telas. O que vemos registrado é apenas uma extensão da dimensão de sua performance e isso é o que Jim & Andy nos mostra. Ache controverso ou não, o método que o ator  encontrou para compor seus personagens, como tantos outros artistas (como Andy Kaufman, novamente), construia reiteradamente uma persona com a qual Carrey se comunicava com o mundo, se protegia das invasões a sua intimidade e acabava fazendo-o revelar  uma lógica da nossa dinâmica na própria vida: estamos sempre assumindo papeis que não necessariamente condizem com nossa personalidade. Nesse momento, Carrey faz uma analogia pertinente com O Show de Truman, filme que protagonizou em 1998. Tal qual Truman Burbank, personagem que viveu no longa de Peter Weir, Jim Carrey (todos nós, na verdade) vivia numa bolha da qual só se deu conta anos mais tarde.  

Assim, Jim & Andy não é um bastidor de O Mundo de Andy, tampouco uma masteclass sobre o método de atuação controverso de Jim Carrey, mas uma radiografia do seu principal entrevistado e acima de tudo uma profunda reflexão sobre a vida feita por um artista que exibe lucidez e sabedoria ímpar ao olhar para si e externar seu ponto de vista sobre sua própria existência. Afastado há algum tempo do cinema, Carrey faz um balanço do sucesso, da ausência dele e do vazio que a estabilidade do mesmo causa, esgotando quaisquer fontes de prazer. O ator rememora uma atuação emblemática, e injustamente pouco celebrada na época por críticos e premiações. Como efeito colateral, o artista tece considerações sobre sua reinvenção nos últimos anos, nos levando a entender porque ficou saturado dos papéis que vinha recebendo e passou a dedicar parte do seu tempo à pintura. 

Como Andy Kaufman, Jim Carrey é imprevisível, nos desconcerta e sempre foi assim desde que foi catapultado para o sucesso com longas como Debi e Lóide, Ace Ventura e O Máskara. Em Jim & Andy esse artista nos revela sua inteligência e sensibilidade elementares e nos põe em contato com o nosso despreparo ao nos deparar com uma farsa cotidiana, viver e assumir papeis. Nunca estamos preparados para retirar nossas máscaras e talvez partiremos desse mundo com uma confusão eterna sobre aquilo que verdadeiramente somos e aquilo que inventamos sobre nós mesmos. De maneira calculada, ou mesmo que por força do acaso, Carrey fez do seu estranho e imersivo processo de composição de personagem uma obra apartada e maior que o próprio longa de Milos Forman. 

 Jim & Andy ganha uma relevância ao ir além do registro documental da interpretação de um ator, é uma conversa franca e cheia de sabedoria que toca em questões profundas e humanas. O documentário encontra o timing certo para abrir o baú de Jim Carrey. Possivelmente, o Jim Carrey de anos atrás não nos traria as questões que o Jim Carrey de Jim & Andy nos traz e o filme seria "apenas" um fetiche para os fãs de uma obra cinematográfica cultuada. Como e quando foi feito, Jim & Andy transcende as dimensões da cinefilia e é tão grande, misterioso e fascinante quanto o próprio ato de viver.    


Jim & Andy: The Great Beyond - Featuring a very special, contractually obligated mention of Tony Clifton, 2017. Dir.: Chris Smith. Documentário. Netflix, 94 min. 

Assista ao trailer: 


COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,13,Checklist,8,Cinco Atos,1,Crítica,135,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,9,Listão,18,Matéria Especial,14,Notícias,20,Prévia,76,Radar Crítico,20,Rewind,4,TV & Streaming,30,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Documentário 'Jim & Andy' nos aproxima da personalidade fascinante de Jim Carrey
Documentário 'Jim & Andy' nos aproxima da personalidade fascinante de Jim Carrey
https://2.bp.blogspot.com/-W-P2wdgnjis/WhHN_NB1xGI/AAAAAAAAX_Q/5HuDga9Ws2cZ-A6LO00FS_-_oYE2i0jNQCLcBGAs/s400/maxresdefault.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-W-P2wdgnjis/WhHN_NB1xGI/AAAAAAAAX_Q/5HuDga9Ws2cZ-A6LO00FS_-_oYE2i0jNQCLcBGAs/s72-c/maxresdefault.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2017/11/documentario-jim-andy-nos-aproxima-da.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2017/11/documentario-jim-andy-nos-aproxima-da.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código