'Hércules' é o filme definitivo de super-herói dos estúdios Disney


Nos anos 90, depois de se inspirar no conto de fadas (A Bela e a Fera), na história dos EUA (Pocahontas) e em clássicos da literatura (O Corcunda de Notre Dame), os estúdios Disney apostaram na mitologia grega para conceber o seu longa de animação de 1997, Hércules. Depois dos tons graves de O Corcunda de Notre Dame, Hércules foi um exemplar de proposições mais modestas. Ron Clements e John Musker, que antes haviam sido responsáveis por Aladdin e A Pequena Sereia, queriam fazer uma aventura simples, sem grandes ambições temáticas, um filme de super-heróis sem grandes problematizações. O resultado pode não ser o mais memorável do catálogo do estúdio - e não é-, mas, ainda assim, tem a dose usual de carisma dos filmes da casa. 

No longa, Hércules é retirado do convívio dos seus pais Zeus e Hera no Olimpo por uma artimanha do deus dos mortos Hades. O vilão faz isso com o objetivo de facilitar a sua conquista do Olimpo e derrotar em definitivo Zeus. Crescendo como um mortal na Terra, Hércules logo descobre a sua origem e que para voltar a ser o que era deve mostrar a todos o seu verdadeiro valor como herói. Assim, o garoto vai em busca de Phil, um conhecido treinador de heróis, a fim de se tornar a maior lenda viva da Grécia. Acontece que Hades descobre o paradeiro de Hércules e tem planos sinistros para tirar o rapaz do seu caminho, afinal, ele é a maior ameaça dos seus planos. 


Como as demais animações Disney do seu tempo, Hércules conta com predicados que fizeram a fama de todos os títulos que o antecederam. O filme tem doses calibradas de romance, sidekicks carismáticos e muita música. O componente musical da aventura ganha um brilho especial pela presença das cinco musas gregas, que funcionam como um coral gospel. O longa ainda é dotado de qualidades plásticas que trazem personalidade na concepção de cenários e personagens, fugindo levemente dos parâmetros adotados pelas animações Disney até então. Esse apuro estético é contribuição do cartunista Gerald Scarfe, que foi convidado a integrar a equipe de animação pelo estúdio. Nesse departamento, é interessante notar, por exemplo, como os realizadores incorporaram traços da arte grega na concepção visual dos personagens, marcados por detalhes circulares em regiões do corpo como joelhos ou queixos.

Comparando Hércules com a mitologia do personagem que o inspira, são perceptíveis adaptações drásticos em elementos da trama. Na animação Disney, Hércules é um deus, filho de Hera e Zeus, e não um semideus fruto de uma relação do deus dos deuses com uma mortal. A explicação para a presença de Hércules entre os humanos é dada pelo plano mal executado por Hades. Tudo, no entanto, está longe de comprometer o resultado da animação. As mudanças promovidas pelos realizadores do filme o tornam enxuto e tudo é orgânica à história dando dimensões ao verdadeiro ato heróico de Hércules no desfecho do filme. 

Assistir Hércules vinte anos depois do seu lançamento nos cinemas é um exercício curioso. Apesar de reforçar a percepção de que a animação é uma das mais efêmeras do estúdio, é  interessante notar como o filme segue funcionando com plateias mais novas, sobretudo em tempos como os nossos nos quais as salas são abarrotadas de filmes de super-heróis. No fim das contas era isso que o próprio estúdio queria fazer com esse clássico.


Trivia:

  • Em comparação com os títulos anteriores do estúdio, Hércules teve um desempenho baixo nas bilheterias, cerca de US$ 252 milhões mundialmente. A animação também não foi tão bem entre os críticos, recebendo algumas das avaliações mais medianas da casa;
  • Apesar do baixo desempenho com o público, o longa de animação rendeu derivados como um filmes para a TV e uma série animada centrada no jovem Hércules em treinamento;
  • As liberdades criativas tomadas pela Disney ocorreram pois o estúdio considerava determinados elementos da história original de Hércules inapropriados para públicos mais novos. Os mais importantes deles foram o adultério de Zeus e a ira da deusa Hera em suas constantes tentativas de matar o herói;
  • O ator James Woods dublou o vilão Hades e gostou tanto da experiência que o considera um dos seus personagens preferidos da sua carreira. Woods nunca se recusou a revivê-lo quando chamado pela Disney para sua dublagem em séries de TV e games. Inicialmente a Disney cogitou os nomes de David Bowie, Jack Nicholson, Kevin Spacey, Martin Landau e Willem Dafoe para a dublagem. O ator John Litgow chegou a gravar algumas falas de Hades, mas o estúdio achou melhor substituí-lo por Woods;
  • Originalmente, as Spice Girls viveriam as musas do filme, mas foram descartadas posteriormente;
  • Parte da aparência do personagem Phil, o treinador de Hércules, vem do próprio ator que o dublou, Danny DeVito;
  • O lançamento de Hércules pela Disney em 1997 foi estratégico, uma resposta do estúdio aos problemas enfrentados pelos filmes que o antecederam, O Corcunda de Notre Dame (1996) e Pocahontas (1995), rejeitados por parte do público e da crítica que o consideraram sombrios, sérios e políticos demais; 
  • O longa recebeu uma indicação ao Oscar de melhor canção original por "Go to the Distance", mas perdeu o prêmio para "My Heart will Go On" de Titanic.
Atualmente, Hércules está em cartaz nos cinemas brasileiros  integrando a programação do Cinemark 20 Anos, que traz para a rede títulos que completam 20 anos de lançados, assim como a empresa. Fazem parte da seleção Titanic, Jackie Brown, O que é isso companheiro?, Pequeno Dicionário Amoroso e O Mentiroso. Para mais informações, consulte a programação da sua cidade.

Assista ao trailer do filme:

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,14,Checklist,11,Cinco Atos,1,Crítica,197,DVD & Blu-Ray,6,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,9,Listão,18,Matéria Especial,20,Notícias,34,Prévia,77,Radar Crítico,20,Rewind,11,TV & Streaming,45,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: 'Hércules' é o filme definitivo de super-herói dos estúdios Disney
'Hércules' é o filme definitivo de super-herói dos estúdios Disney
https://3.bp.blogspot.com/-tIE3vqX0jLA/Wb1vXhly-lI/AAAAAAAAXbM/3HjTgq-s33gA3cBfB9977lPrC1nTk5fAACLcBGAs/s400/hercules-disney-680.jpg
https://3.bp.blogspot.com/-tIE3vqX0jLA/Wb1vXhly-lI/AAAAAAAAXbM/3HjTgq-s33gA3cBfB9977lPrC1nTk5fAACLcBGAs/s72-c/hercules-disney-680.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2017/09/hercules-e-o-filme-definitivo-de-super.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2017/09/hercules-e-o-filme-definitivo-de-super.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código