Apelo dos protagonistas não compensa fragilidades de 'Passageiros'


Passageiros é pretexto para reunir pela primeira vez nas telas duas das maiores forças de Hollywood no momento, Chris Pratt (Jurassic World e Guardiões da Galáxia) e Jennifer Lawrence (das franquias Jogos Vorazes e X-Men), dois nomes que conseguem bancar as bilheterias das produções que  têm encabeçado em tempos nos quais o star system parece coisa do passado. Não dá para ser ingenuo quanto a isso, nem cínico também.  O romance no espaço protagonizado pelos atores funda-se nas mesmas bases que outrora reuniram Julia Roberts e Brad Pitt em A Mexicana ou Angelina Jolie e Johnny Depp em O Turista, ambos, por sinal, verdadeiros fiascos criativos. Passageiros passa longe disso, mas não deixa de ter fragilidades o suficiente para afastá-lo daquilo que a reunião dos seus protagonistas de fato mereciam.

Em Passageiros, Pratt e Lawrence interpretam um mecânico e uma escritora submetidos a um programa de colonização de um novo planeta. Devido a um mal funcionamento das cabines que os levam a um sono de 90 anos, ambos acordam mais cedo do que o previsto para a concretização do intuito do programa. Sozinhos, os dois únicos passageiros da Avalon acordados começam a desenvolver um relacionamento, mas são surpreendidos por uma outra instabilidade na nave que põe em risco a vida dos demais companheiros.

Dirigido por Morten Tyldum (de O Jogo da Imitação), Passageiros é sabotado pelo roteiro desleixado de Jon Spaiths (Prometheus e Doutor Estranho). O trabalho a toque de caixa do roteirista não só simplifica seus personagens a características superficiais como também parece não se importar muito em oferecer situações que os insira em conflitos dramáticos mais interessantes e que talvez pudessem fazer a história do longa de fato engrenar. Da revelação feita a personagem de Jennifer Lawrence em um bar à súbita pane na nave que (claro) somente o personagem de Pratt pode solucionar, culminando ainda com o romance sem vida do casal principal (aliás, um grave problema em se tratando de um longa que pretende ser antes de mais nada um romance), Passageiros é um filme estéril, artificial. O espectador não sente absolutamente nada por ele, pelos seus protagonistas, pela situação que são submetidos. Nada. Para complicar ainda mais o novelo de problemas que o roteiro do longa cria para si, as bases do relacionamento entre os protagonistas  tornam-se ainda mais questionáveis quando o filme, atabalhoadamente, cria atenuantes para as ações do personagem de Pratt e alterna a posição da personagem de Lawrence entre a submissão e a culpa, um estratagema batido e ultrapassado, convenhamos.

Assim, mesmo que as duas grandes razões para Passageiros ser concebido, Chris Pratt e Jennifer Lawrence, sigam demonstrando muito carisma e magnetismo em todo o filme, além de uma ótima sintonia, o longa que eles protagonizam não faz muito pelo casal. Passageiros é um passatempo moderado, tem lá a sua dose de entretenimento e não chega a agredir a plateia como a média de longas similares, mas insiste em ficar na superfície e na artificialidade, quando poderia ir além e tem ferramentas para isso. No final das contas, poderia ter levado seu emblema de "Titanic encontra Gravidade" mais a sério.

P.S.: Entrei e sai da sessão sem entender a razão para um ator do calibre de Andy Garcia entrar mudo e sair calado de Passageiros

Passengers, 2016. Dir.: Morten Tyldum. Roteiro: Jon Spaiths. Elenco: Chris Pratt, Jennifer Lawrence, Michael Sheen, Laurence Fishburne, Andy Garcia, Vince Foster, Kara Flowers, Conor Brophy, Aurora Perrineau. Sony, 116 min.

Assista ao trailer do filme: 

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,6,Checklist,5,Cinco Atos,1,Crítica,76,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,1,Extras,3,Listão,13,Matéria Especial,4,Prévia,25,Radar Crítico,13,Rewind,3,TV & Streaming,12,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Apelo dos protagonistas não compensa fragilidades de 'Passageiros'
Apelo dos protagonistas não compensa fragilidades de 'Passageiros'
https://2.bp.blogspot.com/-g4q-xgAcSrU/WGuPjqVmusI/AAAAAAAAWe8/HEUDyjKQmbQHfI5Wh6WLzni5e_SWzV1_ACLcB/s400/passageiros.jpg
https://2.bp.blogspot.com/-g4q-xgAcSrU/WGuPjqVmusI/AAAAAAAAWe8/HEUDyjKQmbQHfI5Wh6WLzni5e_SWzV1_ACLcB/s72-c/passageiros.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2017/01/critica-apelo-dos-protagonistas-nao.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2017/01/critica-apelo-dos-protagonistas-nao.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código