007 contra Spectre



Superar algumas marcas deixadas por 007 - Operação Skyfall não seria uma missão fácil para o seu sucessor 007 contra Spectre. O filme de 2012 da franquia 007 nos fez o favor de apagar a péssima impressão deixada por 007 - Quantum of Solace, recebeu algumas das melhores críticas da franquia e figurou no topo da lista de melhores longas do ano em algumas premiações (até 5 indicações ao Oscar o filme levou, ganhando duas dessas estatuetas). A estreia de Sam Mendes na franquia foi um estouro que se justificava. 007 - Operação Skyfall apesar de "sofrer" com o tom sisudo que predomina recentemente na série cinematográfica era visual e tecnicamente irretocável, apresentava ainda uma dramaticidade e um tom de urgência em sua narrativa tão fortes quanto o insuperável destino de Vesper Lynd (Eva Green) em 007 - Cassino Royale. Diante disso, claro que 007 contra Spectre vive à sombra do seu antecessor, mas apesar de uma derrapada ali e acolá não chega a fazer feio no balanço final. 

Dando continuidade aos acontecimentos de Operação Skyfall, 007 contra Spectre traz James Bond investigando uma perigosa e misteriosa organização criminosa chamada Spectre contra a vontade do serviço secreto. Ao mesmo tempo, o seu chefe M tenta manter o serviço em atividade frente ameaças políticas de sua extinção. Os eventos os levarão a um grupo ameaçador de criminosos liderado por uma figura ainda mais sinistra e a revelações sobre o passado do protagonista. 

Escrito por quatro cabeças (os experientes John Logan e Jez Butterworth ao lado dos habituais colaboradores da franquia Neal Purvis e Robert Wade), o roteiro de 007 contra Spectre é um dos grandes percalços do longa. Em diversos momentos a trama parece se arrastar na busca de uma gravidade na investigação da Spectre, algo que quando é revelado decepciona através da construção de um vilão que tem uma justificativa de ação muito simplista diante do que a trama parecia sugerir. A direção, apesar de trazer um Sam Mendes com fôlego para tomar decisões e oferecer soluções visuais interessantes (o plano-sequência de abertura no Dia dos Mortos mexicano é um dos melhores que já vi),  evidencia uma certa ressaca criativa deixada pelo filme anterior, que de fato esgarçou as inventividades estéticas e narrativas da série. 

No elenco, Daniel Craig continua demonstrando sua habitual eficiência no papel de James Bond, cuja equipe formada pelo excelente trio Ralph Fiennes (M) , Naomie Harris (Moneypenny) e Ben Whishaw (Q) também garante ótimos momentos para o filme quando estão em cena juntos. O problema da equipe de 007 contra Spectre parece residir nos personagens novos: a tão anunciada bondgirl da musa italiana Monica Bellucci não passa de um artifício para o filme, desaparecendo de cena com a mesma velocidade que chega; o vilão interpretado por Christoph Waltz não recebe um tratamento digno do roteiro, o que prejudica o trabalho do ator ainda que ele consiga surpreender na construção de um tipo que foge do piloto automático que o vencedor do Oscar estava usando nos últimos anos para viver variações do seu pérfido Hans Landa de Bastardos Inglórios; e, por fim, uma esquecível Léa Seydoux, cujo filme parece querer fazer superar a inesquecível Vesper Lynd de Eva Green (007 - Cassino Royale), mas que não chega nem aos pés daquela que certamente foi a melhor personagem feminina da franquia para a atual geração. 

Ao fim, 007 contra Spectre tenta amarrar todos os pontos "soltos" deixados pelos filmes da franquia sugerindo encerrar um novo ciclo para a encarnação do personagem vivido por Daniel Craig. 007 contra Spectre não deixa de ter os seus ótimos momentos cinematográficos - apesar de não contar com a elogiada fotografia de Roger Deakins do filme anterior, Hoyte Van Hoytema (Interestelar e Ela) compõe planos muito inspirados -, preservando todas as marcas da franquia sem esquecer da nova proposta firmada por ela desde que Craig assumiu o compromisso de viver o icônico personagem. Contudo, assim como aconteceu com 007 - Quantum of Solace, que sucedeu o ótimo 007 - Cassino Royale, fica evidente em Spectre a ressaca deixada por um Operação Skyfall cujas marcas deixadas no caminho dos filmes do personagem dificilmente seriam superadas da noite para o dia. 


007 - Spectre, 2015. Dir.: Sam Mendes. Roteiro: John Logan, Jez Butterworth, Neal Purvis e Robert Wade. Elenco: Daniel Craig, Léa Seydoux, Christoph Waltz, Ralph Fiennes, Ben Whishaw, Naomie Harris, Monica Bellucci, Dave Bautista, Andrew Scott, Rory Kinnear, Jesper Christensen, Stephanie Sigman. Sony, 148 min. 

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,6,Checklist,5,Cinco Atos,1,Crítica,76,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,1,Extras,3,Listão,13,Matéria Especial,4,Prévia,24,Radar Crítico,13,Rewind,2,TV & Streaming,12,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: 007 contra Spectre
007 contra Spectre
http://1.bp.blogspot.com/-h38rbHF-knY/Vjfbh3PXCmI/AAAAAAAAUNQ/6NllSk0Zv4I/s640/spectre-daniel-craig-monica-bellucci.jpg
http://1.bp.blogspot.com/-h38rbHF-knY/Vjfbh3PXCmI/AAAAAAAAUNQ/6NllSk0Zv4I/s72-c/spectre-daniel-craig-monica-bellucci.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2015/11/007-contra-spectre.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2015/11/007-contra-spectre.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código