The Babadook



The Babadook pertence a um grupo de filmes que inaugura uma nova era na difusão de obras cinematográficas. O longa de terror australiano veio para o Brasil através da "locadora virtual" Netflix. Não foi para os cinemas, nem para o mercado doméstico através de mídias como o DVD e o Blu-Ray, chegou aqui pelas vias legais da internet. É possível que esta seja uma tendência crescente tendo em vista a dificuldade que longas como The Babadook sentem para conseguir uma distribuição brasileira. Sem a tutela de um estúdio, o chamariz de uma grande estrela de cinema ou o conforto do vínculo a uma franquia, é menos dispendioso lançá-lo pela internet mesmo. E, cinéfilos xiitas, isso é melhor do que nada, acreditem, vão ter que se acostumar com os novos tempos.

The Babadook fez muito barulho no ano passado, sendo considerado por muitos veículos especializados como um dos melhores longas de terror de 2014 e até mesmo um dos melhores filmes do ano. Não sem razão, o longa de estreia da cineasta Jennifer Kent é uma grande realização para um gênero que na contemporaneidade tem sido adjetivado com muita justiça de enfadonho, haja vista as produções que têm chegado aos cinemas (claro, existem as exceções).

O filme conta a história de uma viúva que começa a ficar preocupada com a instabilidade emocional do seu filho, um quadro que se agrava depois que ele lhe apresenta um livro chamado "Sr. Babadook". No livro, um homem trajando um longo casaco preto e uma cartola assombra uma casa onde mora uma família. A partir daí estranhos eventos começam a acontecer com mãe e filho e eles terão que expulsar Babadook das suas vidas.

Kent acerta ao centrar sua narrativa nos personagens para depois explorar a cartela de efeitos que a apavorante história pode gerar no espectador. Contando com as ótimas interpretações de Essie Davis (a mãe) e do garoto Noah Wiseman (o filho), a realizadora apoia o seu filme em uma atmosfera sombria e psicótica criada no entorno da relação dos seus personagens, evitando a muleta dos sustos gratuitos e da excessiva violência gráfica. Assim, The Babadook conserva com muita precisão algumas marcas vitais do gênero, mas também explora a psicologia dos seus personagens, tornando-se uma obra cinematográfica muito consistente.


The Babadook, 2014. Dir.: Jennifer Kent. Roteiro: Jennifer Kent. Elenco: Essie Davis, Noah Wiseman, Barbara West, Daniel Henshall, Hayley McElhinney, Benjamin Winspear, Chloe Hurn, Bridget Walters, Annie Batten. Disponível no Netflix. 93 min

COMENTÁRIOS

BLOGGER: 1
Loading...
Nome

Agenda,6,Checklist,5,Cinco Atos,1,Crítica,76,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,1,Extras,3,Listão,13,Matéria Especial,4,Prévia,25,Radar Crítico,13,Rewind,3,TV & Streaming,12,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: The Babadook
The Babadook
http://1.bp.blogspot.com/-jsZFPLhR3_A/Vd8T-NBNEXI/AAAAAAAAUEU/jx1SvaehoBA/s640/The-Babadook-still.jpg
http://1.bp.blogspot.com/-jsZFPLhR3_A/Vd8T-NBNEXI/AAAAAAAAUEU/jx1SvaehoBA/s72-c/The-Babadook-still.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2015/09/the-babadook.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2015/09/the-babadook.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código