Gênio indomável



A Garota traz um retrato nada agradável do mestre Alfred Hitchcock. Aos olhos da jovem Tippi Hedren, sua musa em Os Pássaros, ele é um homem doente e até perigoso


Em um dos intervalos das filmagens de Os Pássaros, a estreante Tippi Hedren divide com seu diretor, Alfred Hitchcock, o banco traseiro de um carro e é surpreendida por um beijo na boca. Rapidamente, Hedren empurra Hitchcock e sai atordoada do veículo, cambaleando na frente de toda a equipe do filme. Dias depois, vingando-se da desfeita da atriz, Hitch coloca Hedren em um cenário de um porão transformado em uma verdadeira gaiola. Na cena, a personagem de Hedren seria atacada por inúmeros pássaros que, sem a atriz ter a menor noção das intenções de seu diretor, eram reais e não protótipos com os quais a atriz contracenou durante boa parte das filmagens. Foram vários takes e Hedren saiu com ferimentos e traumas que a acompanharam por dias a fio.

Este é só um dos episódios relatados no telefilme da HBO A Garota, dirigido por Julian Jarrold, que conduziu o romance Amor e Inocência, no qual Anne Hathaway interpreta a escritora inglesa Jane Austen. A Garota  é baseado nos relatos da própria Tippi, portanto revela uma figura nada agradável do ícone do suspense Alfred Hitchcock. Com tintas fortes ou não, A Garota é um longa bem diferente de outro filme sobre Alfred Hitchcock em cartaz no Brasil, Hitchcock. Enquanto Sacha Gervasi procurou preservar o ídolo, Julian Jarrold não poupou esforços em mostrá-lo na sua pior faceta. Tornando Hitchcock uma figura cheia de falhas - e por mais que suspeitemos do teor tendencioso do material já que é um relato da Tippi - A Garota é eficiente no retrato humano deste personagem controverso. O filme de Jarrold não questiona a genialidade de Hitchcock como artista (quem o faria?), tampouco sua postura nada louvável com Hedren, mas não se acovarda em buscar a natureza do relacionamento que o diretor tinha com suas musas, representadas aqui pela então novata atriz de Os Pássaros.

Talvez por ser iniciante e, consequentemente, estar mais vulnerável ao assédio direto que as antecessoras Grace Kelly, Janet Leigh e Ingrid Bergman, Tippi Hedren conheceu esse outro lado de Hitchcock. Hedren teria ficado presa a Hitchcock por uma dívida que o diretor fazia questão de jogar na cara da atriz o tempo inteiro. Ao assinar contrato para fazer Os Pássaros, Hedren se comprometeu a ficar alguns anos vinculada ao diretor, um pacto que não permitiu sua ligação com qualquer outro projeto que não tivesse a assinatura de Hitch (traumas do diretor pela "esnobada" de Grace Kelly, que depois de se tornar princesa de Monaco jamais voltou a trabalhar com ele). Assim, nas palavras da própria Hedren, a atriz tinha uma profunda gratidão por Hitchcock, o homem que a apresentou como estrela de cinema para o mundo, mas também o detestava pois arruinou sua carreira, já que depois de Marnie, seu segundo e último trabalho dirigido por ele, foi relegada ao ostracismo em filmes de menor expressão.

No entanto, essa relação entre Hedren e Hitchcock não era tão simples assim, e Julian Jarrold frisa a natureza dessa dinâmica doentia. Se por um lado, Hedren passou por situações constrangedoras, por outro se formou como profissional graças a Hitchcock. Ou seja, ao mesmo tempo em que a jovem atriz tinha consciência do jogo doentio imposto por Hitchcock, se submetia a alguns de seus caprichos ao perceber que estava começando a colher os frutos dessa parceria, como a indicação ao Globo de Ouro de atriz revelação por Os Pássaros.

Toby Jones encontra o tom adequado para tornar seu Alfred Hitchcock uma figura problemática, mas humana, e não uma caricatura. Nesse departamento, seus esforços são melhores que os de Anthony Hopkins em Hitchcock, por exemplo, uma interpretação  prejudicada pela péssima maquiagem do longa de Gervasi. Sem artifício algum, Jones consegue entrar na mente do Hitchcock retratado em A Garota, sem externar julgamentos morais com um possível maniqueísmo. Intérprete da personagem título, Sienna Miller está magnética em cena (linda como sempre!) e expõe todos os danos emocionais sofridos por Hedren ao longo dos anos em que conviveu com Hitchcock. Outra presença essencial para o longa é Imelda Staunton, em desempenho discreto na pele de Alma, esposa de Hitchcock.

Ainda que exponha apenas um lado da verdadeira história por trás dos bastidores de Os Pássaros, Julian Jarrold tem um grande mérito com A Garota: não ter se intimidado pela força dos protagonistas de sua própria história. E não deixa de ser difícil, doído, cogitar a hipótese de que nossos ídolos têm falhas morais, mas talvez eles sejam fascinantes como personagens a serem conhecidos por conta disso. A verdade é que, assim como alguns dos protagonistas de seus filmes, Alfred Hitchcock exerce um fascínio em torno dos segredos de sua mente, fascínio do qual nem a própria Hedren escapa. 



A outra garota de Sienna

Conhecida pelo seu namoro com Jude Law, iniciado nos sets de Alfie - O Sedutor, Sienna Miller já mostrou que é mais do que um rostinho bonito antes de encarnar Tippi Hedren em A Garota. Em 2006, a inglesa interpretou outra musa de outro ícone pop, a personagem em questão era a modelo Edie Sedgwick, inspiração para Andy Warhol em seu famoso estúdio  "A Fábrica", no longa do falecido George Hickenlooper Uma Garota Irresistível (em inglês Factory Girl). O filme é bem interessante e traz como foco o relacionamento entre Warhol e Sedgwick,  além de revelar passagens importantes na carreira da modelo, como seu flerte com Bob Dylan e sua personalidade autodestrutiva, que a fez optar pelo caminho das drogas. Também oriunda do mundo da moda, Sienna destroçou qualquer descrença dos críticos sobre sua capacidade como atriz em Uma Garota Irresistível. Para quem não viu, vale a pena.



The Girl, 2012. Dir.: Julian Jarrold. Roteiro: Gwyneth Hughes. Elenco: Sienna Miller, Toby Jones, Imelda Staunton, Penelope Wilton, Conrad Kamp, Angelina Ingpen, Candice D'Arcy, Carl Beukes, Kate Tilley, Aubrey Shelton, Leon Clingman, Patrick Lyster. 91 min. Em exibição nos canais HBO

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,9,Checklist,6,Cinco Atos,1,Crítica,83,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,1,Extras,5,Listão,13,Matéria Especial,4,Prévia,36,Radar Crítico,18,Rewind,3,TV & Streaming,17,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Gênio indomável
Gênio indomável
http://2.bp.blogspot.com/--aDZnYqmnag/UUY7gQxbEKI/AAAAAAAARM8/c_DQNyaZ8IU/s400/The-Girl-008.jpg
http://2.bp.blogspot.com/--aDZnYqmnag/UUY7gQxbEKI/AAAAAAAARM8/c_DQNyaZ8IU/s72-c/The-Girl-008.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2013/03/genio-indomavel.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2013/03/genio-indomavel.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código