Festa estranha com gente esquisita


Sombras da Noite

Tim Burton já perdeu os prumos de sua carreira há algum tempo. Seus últimos filmes sofrem com os excessos das extravagâncias do cineastas e da pouca substância de suas tramas. É o caso de Alice no País das Maravilhas e Sweeney Todd - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, por exemplo. O último filme memorável do cineasta está pelos idos de 2003, Peixe Grande e suas Histórias Maravilhosas, e olha que aqui ele nem conta com a ajuda de seu parceiro habitual, o ator Johnny Depp, que por sinal anda se repetindo já faz algum tempo. Sombras da Noite é um caso à parte. Neste novo trabalho, o equívoco fica por conta da incapacidade do diretor Burton e do roteirista Seth Grahame-Smith em lidar com múltiplos personagens e tramas. Ainda que preserve o espírito da série de TV original, praticamente não vista no Brasil, como muitos dizem, falta a Sombras da Noite um pouco de coesão. No entanto, não dá para negar que o filme possui um dos elementos que faltava em alguns dos recentes trabalhos de Burton: a interessante combinação entre a personalidade do diretor nos personagens e narrativas e o auto-controle nos elementos visuais. Tudo o que seus piores filmes não souberam fazer.

Em Sombras da Noite, Tim Burton conta a história de Barnabas Collins, um homem amaldiçoado por uma bruxa que o condena a dor eterna ao transformá-lo em vampiro. A feiticeira chama-se Angelique e é tomada por uma fúria incontrolável quando Barnabas a rejeita e se apaixona por uma outra jovem. Após o feitiço, Angelique convoca todos da cidade a aprisionar Barnabas para sempre em um caixão. Duzentos anos depois, Barnabas acorda em plena década de 1970 e decide quebrar sua maldição e ajudar os descendentes de sua família a reerguerem os negócios dos Collins. Porém, Angelique retorna e move esforços para impedí-los.

 
Jackie Earle Haley e Johnny Depp em Sombras da Noite.
Sombras da Noite poderia ser um grande retorno de Tim Burton a um terreno que conhece como ninguém, àquele do humor protagonizado por personagens excêntricos e excluídos de alguma forma da sociedade. De certa maneira, Burton sente-se próximo desse tema e isso, ocasionalmente, o inspira a realizar obras de cunho autoral e emotivas, como Edward Mãos de Tesoura e Peixe Grande, ou divertidamente descompromissadas, como A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça e Ed Wood. No caso, Sombras da Noite aproxima-se mais do segundo grupo, mas é prejudicado pelos mesmos motivos que tornaram Marte Ataca! um filme complicado de ser engolido. Há presonagens demais, tramas paralelas demais e pouca resolução ou ligação entre elas, ou seja, o filme acaba ganhando um teor episódico.

Há interpretações interessantes. O próprio Depp está muito bem como Barnabas Collins, rendendo ótimos momentos ao salientar que o vampiro é um indivíduo completamente deslocado no tempo. As piadas sobre  a falta de timing de Barnabas com o século XX, em especial a década de 70, geralmente são as melhores do longa. Quem também rende ótimos momentos é Eva Green, que na pele da bruxa Angelique praticamente rouba a cena de Depp em diversos momentos. Green exagera na tinta e isso é sempre muito interessante para uma vilã do universo de Tim Burton. Michelle Pfeiffer, em sua segunda parceria com o diretor que a tornou ícone como a Mulher-Gato de Batman - O Retorno, surge discreta como a matriarca dos Collins e Helena Bonham Carter é uma interessante distração como uma psiquiatra contratada pela família.

 
Barnabas observa pouco confiável Roger Collins, personagem de Jonny Lee Miller.
O longa ainda não marca o retorno de Tim Burton aos bons filmes. Sombras da Noite possui mais arestas do que seu próprio realizador desejava. Quem se beneficia é Johnny Depp que, apesar de ser sempre mais interessante quando evita tipos e interpreta figuras mais humanas, consegue ser um dos poucos atores que captam a essência weird do diretor. Ainda assim é louvável que Tim Burton consiga realizar uma obra que desde o início tem consciência do que realmente é. Sombras da Noite tem muito mais o tom arrojado de Beattlejuice que a sensibilidade de um Edward Mãos de Tesoura. Mesmo assim, não custava nada priorizar determinados personagens e tramas em detrimento de outros. Ou seja, Burton progrediu, mas não foi dessa vez que ele mostrou seu vigor como cineasta. 

 


Dark Shadows, 2012. Dir.: Tim Burton. Roteiro: Seth Grahame-Smith. Elenco: Johnny Depp, Michelle Pfeiffer, Eva Green, Helena Bonham Carter, Chloe Moretz, Bella Heathcote, Jackie Earle Haley, Jonny Lee Miller, Gulliver McGrath, Christopher Lee, Alice Cooper. 113 min. Warner.

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,11,Checklist,7,Cinco Atos,1,Crítica,97,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,5,Listão,13,Matéria Especial,5,Notícias,3,Prévia,44,Radar Crítico,18,Rewind,3,TV & Streaming,21,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Festa estranha com gente esquisita
Festa estranha com gente esquisita
http://2.bp.blogspot.com/-iT72UGHg3Ao/T9UgSDaBUkI/AAAAAAAAMH8/UyyGLb64yAk/s400/creative_loafing_atlanta-hollywood_product_dark_shadows-johnny_depp-Edward_Adams2.jpg
http://2.bp.blogspot.com/-iT72UGHg3Ao/T9UgSDaBUkI/AAAAAAAAMH8/UyyGLb64yAk/s72-c/creative_loafing_atlanta-hollywood_product_dark_shadows-johnny_depp-Edward_Adams2.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2012/06/festa-estranha-com-gente-esquisita.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2012/06/festa-estranha-com-gente-esquisita.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código