Heleno

Rodrigo Santoro vive protagonista de Heleno: biografia do primeiro astro-problema do futebol.
Antes de Adriano e Edmundo, a trajetória de Heleno de Freitas, principal atração do Botafogo na década de 1940, deu o que falar na imprensa brasileira. Heleno era um verdadeiro trator, passava por cima de qualquer um com sua arrogância, temperamento explosivo e muito, mas muito domínio no campo. Usuário de éter e lança-perfume, substâncias que corroeram o organismo do atleta e o transformaram em apenas um rascunho do que foi em seus tempor áureos, Heleno também era mulherengo e não conseguiu manter seu casamento com Sílvia, com quem teve seu único filho. Saiu do Botafogo brigando com jogadores e com parte da dirigência do time, arranjou problemas na Argentina, onde jogou por alguns anos, e não conseguiu entrar no eixo durante suas temporadas no Vasco e no América. Freitas terminou seus dias demente, internado em uma clínica e completamente inconsciente. Um triste desfecho para aquele que foi considerado como uma das primeiras grandes promessas do futebol brasileiro.

Escancaradamente inspirado em Touro Indomável, filme de 1980 do cineasta norte-americano Martin Scorsese, José Henrique Fonseca, que já havia dirigido o ótimo O Homem do Ano, protagonizado por Murilo Benício e Cláudia Abreu, retorna às telonas para contar a riquíssima trajetória de Heleno de Freitas, um homem cujo talento era tão grande quanto sua capacidade de auto-destruição. Com uma fotografia em preto e branco - e as semelhanças com o filme de Scorsese não é só nesse aspecto -, Fonseca leva seu protagonista ao extremo, navegando pelos caminhos mais obscuros de sua personalidade. Acompanhando Fonseca nesse processo, o ator Rodrigo Santoro entrega-se a um dos desempenhos mais complicados de sua carreira, dedicando-se por inteiro a um personagem dilacerante que desperta no espectador reações ambíguas como admiração, incompreensão, paixão e ódio.

O mais admirável nessa cinebiografia de José Henrique Fonseca é que o diretor não é guiado por uma irracional e cega paixão pelo seu biografado. Fonseca não omite o mais sórdido e excessivo episódio da vida de Heleno de Freitas e por esse mesmo motivo acaba conseguindo o retrato mais intenso e apaixonante possível do jogador. Heleno é um reflexo de seu próprio protagonista, resgatando a natureza transgressora e conturbada do personagem. Não há dúvidas de que nesse processo Rodrigo Santoro foi peça fundamental. Envolvido no projeto desde a sua concepção, Santoro mergulha de cabeça e sem equipamentos de segurança nos demônios internos de Heleno de Freitas. O ator se submete a mudanças físicas ao longo do filme e compõe com muito afinco as motivações e a personalidade do protagonista. Mais uma vez recorrendo às comparações, Fonseca como nosso Scorsese encontra seu Robert DeNiro em Rodrigo Santoro. Heleno de Freitas é o nosso Jake LaMotta, um homem em eterno ponto de ebulição, consumido pelas cobranças pessoais e por um amor incondicional pela vida e pela liberdade, um amor tão grande que lhe escapou pelas mãos e assumiu seu lado mais obscuro. 

 Encerrando a trágica estória de nosso Príncipe Maldito, como assim era chamado, Fonseca, na voz de Santoro como Freitas, sintetiza o biografado dando a entender que qualquer tentativa de definí-lo seria em vão. Heleno simplesmente era Heleno. Uma pena que sua vida tenha terminado de forma tão melancólica e que seu nome, até então, tenha sido pouco lembrado na história do futebol nacional. Heleno foi consumido por sua própria gana de viver e de abraçar o mundo, uma pena. Heleno, de José Henrique Fonseca, faz jus ao hiperbólico personagem e abraça os excessos e a poesia de Freitas em campo com a mesma intensidade. Registro mais do que merecido.



Heleno, 2012. Dir.: José Henrique Fonseca. Roteiro: José Henrique Fonseca, Felipe Bragança e Fernando Castets. Elenco: Rodrigo Santoro, Alinne Moraes, Angie Cepeda, Erom Cordeiro, Othon Bastos, Orã Figueiredo, Herson Capri, Gregório Duvivier. 106 min. Downtown Filmes.

COMENTÁRIOS

BLOGGER: 2
Loading...
Nome

Agenda,9,Checklist,6,Cinco Atos,1,Crítica,83,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,1,Extras,5,Listão,13,Matéria Especial,4,Prévia,36,Radar Crítico,18,Rewind,3,TV & Streaming,17,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Heleno
Heleno
http://4.bp.blogspot.com/-Hdp0GluL_24/T3i5CsGTUhI/AAAAAAAALvY/wam1fgmm8sU/s400/heleno.jpg
http://4.bp.blogspot.com/-Hdp0GluL_24/T3i5CsGTUhI/AAAAAAAALvY/wam1fgmm8sU/s72-c/heleno.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2012/04/heleno.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2012/04/heleno.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código