Imortais

Henry Cavill lidera o elenco de Imortais, épico grego do indiano Tarsem Singh.
Realizar um épico que se apoie na mitologia grega não é tarefa fácil. Lidar com tantos elementos, personagens e símbolos, torna o projeto arriscado para a maioria dos roteiristas, diretores e todos os demais profissionais envolvidos. Com Imortais, a coisa não é diferente. O indiano Tarsem Singh é um diretor extremamente visual e sua estética é dúbia, agrada em alguns momentos e desagrada em outros, como já comprovado em A Cela, filme de 2000 estrelado por Jennifer Lopez. Entre acertos e desacertos de figurino e design de produção, Imortais surpreendentemente se apoiano ritmo e na tensão entre seus atores principais, o herói Teseu, vivido por Henry Cavill, e o vilão Hyperion, de Mickey Rourke.

Buscando inspiração na clássica história grega, Teseu é um ateniense que não acredita nos deuses mas que foi escolhido pelo próprio Zeus - liberdades, liberdades - para liderar um exército contra o Rei Hyperion, que cruz o deserto em busca de uma relíquia que pode destruir a humanidade a partir da libertação dos Titãs. Assim, o filme segue a tradição dos épicos, alicerçando-se na simplicidade narrativa. É certo que a construção do Olimpo desagrada, Kellan Lutz e Isabel Lucas, por exemplo, não são os atores mais indicados para viver Poseidon e Athenas. Por um lado é compreensível a escalação - Deuses não pareceriam velhos, mas sim jovens e bonitos -, mas por outro, Singh poderia ter escaldo gente melhor, com o mínimo de potencialidade dramática. Para o alívio de todos, Luke Evans está ótimo como Zeus.

E se, no núcleo dos humanos, Freida Pinto não cumpre as expectativas, na verdade é sua personagem quem não cumpre, Henry Cavill e Mickey Rourke estão ótimos. Cavill em seu primeiro grande trabalho nas telonas - antes já havia feito Tudo pode dar certo, do Woody Allen - segura as pontas muito bem como heróis de um épico com as proporções de Imortais, dando sinais de que pode vir a ser um ótimo Superman/Clark Kent no retorno do personagem às telonas em 2013. Já Mickey Rourke, apesar do rosto praticamente inexpressível, cria um vilão assustadoramente implacável. Entre o dourado Sapucaí do Olimpo e a riqueza do figurino do oráculo e de suas "irmãs", Imortais é um épico satisfatório. Tem seus erros, sim, mas nada que merecesse tanto alarde.



Immortals, 2011. Dir.: Tarsem Singh. Roteiro: Charley Parlapanides e Vlas Parlaplanides. Elenco: Henry Cavill, Mickey Rourke, Freida Pinto, Luke Evans, John Hurt, Stephen Dorff, Joseph Morgan, Isabel Lucas, Kellan Lutz, Greg Bryk, Daniel Sharman. 110 min. Imagem Filmes.

COMENTÁRIOS

Nome

Agenda,11,Checklist,7,Cinco Atos,1,Crítica,97,DVD & Blu-Ray,5,Editorial,2,Entrevista,2,Extras,5,Listão,13,Matéria Especial,5,Notícias,3,Prévia,44,Radar Crítico,18,Rewind,3,TV & Streaming,21,Vilões que Amamos Odiar,1,
ltr
item
Chovendo Sapos: Imortais
Imortais
http://3.bp.blogspot.com/-xOWEYKHQ0ko/TrXu_fgG7eI/AAAAAAAAKy4/LyWWH3f4l0w/s400/immortals.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-xOWEYKHQ0ko/TrXu_fgG7eI/AAAAAAAAKy4/LyWWH3f4l0w/s72-c/immortals.jpg
Chovendo Sapos
http://www.chovendosapos.com.br/2011/12/imortais.html
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/
http://www.chovendosapos.com.br/2011/12/imortais.html
true
3477978344278040615
UTF-8
Posts carregados Nada encontrado! VEJA MAIS Leia mais Responder Cancelar resposta Deletar Por Início PÁGINAS POSTS Ver todos RECOMENDADO PARA VOCÊ CATEGORIA ARQUIVO PESQUISAR TODOS OS POSTS Nada encontrado VOLTAR Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minuto atrás $$1$$ minutes ago 1 hora atrás $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESSE CONTEÚDO É PREMIUM Por favor, compartilhe para liberar! Copie todo o código Selecione todo código Todos os códigos foram copiados Não foi possível copiar o código